Vitória tem melhor campanha de um nordestino com 20 clubes na elite

RTEmagicC_e762b80741.jpg

RTEmagicC_e762b80741.jpg

Com a ambição da América, o Vitória já faz história dentro do Nordeste. Os 54 pontos conquistados até então dão ao rubro-negro a melhor campanha de um clube da região no Brasileiro desde 2006, quando o campeonato por pontos corridos passou a ser disputado por 20 equipes.

E esse Leão agressivo de nove triunfos no segundo turno também é o clube nordestino que mais venceu na competição neste período, com 15 vitórias. Recorde igualado após os 2×0 sobre o Santos, domingo, no Barradão. Em 2008, o Leão também venceu 15. Sábado, diante do Criciúma, no Heriberto Hulse, o Vitória precisa vencer para diminuir a diferença para o G-4.

Resultado este que faria o Leão igualar o Fortaleza, que com 16 vitórias na SérieAde 2005, é o recordista nordestino na era do Brasileiro de pontos corridos, iniciada em 2003. Detalhe: na época eram 24 clubes e 46 jogos, oito a mais que o campeonato atual. Naquele ano, o Leão somou 56 pontos, recorde nordestino na fórmula dos pontos corridos.

Superar
Números que embalam o Vitória na missão de alcançar uma vaga na Libertadores. Em sexto lugar, que é a melhor campanha de um time do Nordeste desde 1999, quando foi terceiro, a equipe tem mais três jogos pela frente. “Se o Vitória tiver essa competência de fazer os nove pontos, finaliza entre os quatro ou entre os três primeiros. Estamos muito felizes pela sequência. Não estamos respei…Na verdade, estamos respeitando os adversários, mas encarando todos com essa possibilidade de vitória”, projeta o técnico Ney Franco, confiante no time, que venceu cinco dos últimos oito jogos.

Com quatro triunfos fora de casa neste segundo turno (Atlético-PR, Vasco, Fluminense e Ponte Preta), o Vitória terá que se superar dessa vez contra um time em alta, apesar do risco de rebaixamento. Em 14º, com 42 pontos, o Criciúma vem de três vitórias.

“Eles estão dando sinais de recuperação. Têm um artilheiro nato, que é Lins. Vai ser mais um jogo difícil dentro do Brasileiro. São equipes com objetivos distintos dentro da competição. Vamos encontrar a torcida lotando o estádio. Tem que superar”, entende Ney Franco, de olho principalmente em Goiás e Atlético-PR, terceiro e quarto, com 59 e 58 pontos, respectivamente.

 

OUTRAS NOTÍCIAS