Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Vitória final

Vitória final

Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta. Hebreus 12:1

Na tradicional corrida de São Silvestre, em São Paulo, ocorreu um fato inusitado em 2019 que deixou os espectadores com um misto de surpresa e espanto. Um rapaz de apenas 19 anos, Jacob Kiplimo, de Uganda, vencia a prova com uma segura distância do segundo colocado, Kibiwott Kandiê, do Quênia. Um narrador que acompanhava o evento descrevia eufórico a vitória que se desenhava. O recorde que perdurava desde 1995 seria quebrado com o desempenho daquele incrível atleta. A alguns passos do fim da prova, o locutor repetia eufórico: “Ele vai bater o recorde!” Até que o impensável aconteceu. No último momento, quando faltavam não mais que alguns metros para atingir a fita, numa arrancada impossível, o segundo colocado ultrapassou aquele que se projetava como o grande vencedor. Para a surpresa de todos, ele rompeu a fita antes de seu oponente e sagrou-se campeão. Assim são as surpresas da vida.

Na jornada espiritual o mesmo pode ocorrer. A Bíblia relata diversas histórias de pessoas que se esforçaram durante toda a vida para fazer o que é correto e deixar um bom exemplo. Em sua corrida com Deus, eles se posicionaram ao lado do que é justo e puro; sacrificaram seus desejos, popularidade e conforto; e enfrentaram a oposição daqueles que discordavam deles. Entretanto, quando menos esperavam, perderam o foco, e o inimigo se aproveitou para lhes roubar o prêmio tão almejado. O livro de 1 Reis conta a trágica história de um profeta, descrito como um “homem de Deus” (13:1), que fora enviado pelo Senhor para transmitir uma mensagem ao rei Jeroboão. Deus ordenara que, após transmitir a mensagem, ele não comesse, não bebesse nem voltasse pelo mesmo caminho (v. 8, 9). No entanto, nos últimos instantes de sua vida, o profeta desobedeceu à ordem divina e acabou pagando o preço.

Episódios como esse nos ensinam que precisamos manter a vigilância constantemente. “Estejam sempre atentos e orem para que vocês possam escapar de tudo o que está para acontecer, e estar em pé diante do Filho do homem” (Lc 21:36). Por isso, não se distraia. Corra até o fim!

OUTRAS NOTÍCIAS