Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Vale perde posto de empresa mais valiosa da América Latina para Mercado Livre

Vale perde posto de empresa mais valiosa da América Latina para Mercado Livre

A forte queda no preço do minério de ferro nas últimas semanas, puxado para baixo pelos sinais de desaquecimento da economia chinesa, custou à Vale o posto de empresa mais valiosa da América Latina. Quem assumiu a liderança em seu lugar foi a plataforma de comércio eletrônico Mercado Livre.

Segundo dados da provedora de informações financeiras Economatica, o valor de mercado da Vale alcançou US$ 78,69 bilhões (R$ 419,62 bilhões) nesta segunda-feira (20), abaixo dos US$ 90,51 bilhões (R$ 482,65 bilhões) da varejista digital.

No fim de agosto, o valor de mercado da mineradora era de US$ 96,65 bilhões (R$ 515,39 bilhões), contra US$ 92,83 bilhões (R$ 495,02 bilhões) do Mercado Livre.

O levantamento mostra que a troca de bastão entre as duas empresas se deu pela primeira vez no dia 2 de setembro, quando a varejista digital atingiu um valor de mercado de US$ 96,01 bilhões (R$ 511,98 bilhões), ante US$ 95,95 bilhões (R$ 511,66 bilhões) da Vale, com a distância aumentando desde então, especialmente a partir da última quarta-feira (15).

Segundo a Bloomberg, a mudança na liderança da maior empresa da região por valor de mercado, com uma plataforma de tecnologia da nova economia tomando o lugar de uma produtora de matéria-prima pesada, pode se consolidar à medida que as projeções do mercado indicam o preço do minério abaixo de US$ 100 a tonelada nos próximos meses, em meio aos sinais de desaquecimento e busca por geração de energia limpa que vêm da China.

Neste cenário desafiador aguardado à frente para a exportadora brasileira, o banco UBS alterou na semana passada sua recomendação para as ações da Vale de compra para venda.

Nesta segunda-feira, em que a Bolsa brasileira caiu 2,3% por conta do risco de quebra da incorporadora chinesa Evergrande contaminando os mercados, as ações da Vale recuaram 3,3%. Desde a máxima em 2021, alcançada no fim de julho, os papéis da mineradora recuaram cerca de 30%.

Os dados da Economatica mostram também que, com a queda de aproximadamente 1% das ações da Petrobras nesta segunda-feira, junto com a alta em magnitude parecida do dólar frente ao real, a petroleira perdeu hoje a posição de terceira empresa mais valiosa da América Latina para o Wal Mart México.

O valor de mercado da petroleira caiu de US$ 70,01 bilhões (R$ 373,33 bilhões), em 31 de agosto, para US$ 61,10 bilhões (R$ 325,82 bilhões) no fim do pregão desta segunda-feira. No mesmo intervalo, o da varejista passou de US$ 62,20 bilhões (R$ 331,68 bilhões) para US$ 61,81 bilhões (R$ 329,60 bilhões).

Informações: Folhapress

OUTRAS NOTÍCIAS