Urologista destaca conselhos e dicas para doentes renais no Dia Mundial do Rim

diamundialdorim_governofederal-327x204-1

O dia 9 de março marca o Dia Mundial do Rim. No Brasil, a estimativa é de que mais de dez milhões de pessoas tenham doença renal, destas, 90 mil estão em diálise (um processo de estímulo artificial da função dos rins, geralmente quando os órgãos tem 10% de funcionamento), número que cresceu mais de 100% nos últimos dez anos.

O urologista Dr. Danilo Galante listou uma série de aconselhamentos para que as pessoas tenham os rins bem saudáveis, além de sugestões para quem já apresenta problemas no órgão.

“Quando falamos de um rim saudável queremos dizer prerrogativas como ter um rim sem pedra, sem infecção e não afetado por doenças crônicas”, salienta o médico.

Para voltar os olhos para o bem estar renal, o urologista elenca atitudes para quem sofre ou não com estas enfermidades:

– Cuidar bem das doenças crônicas como hipertensão e diabetes, que são os principais inimigos renais, uma vez que, gradativamente, desembocam em doenças como a insuficiência renal crônica:

– Pacientes com problemas renais – (que já apresentam a Insuficiência Renal, rim único ou má formação do rim) – o cuidado deve ser redobrado com as doenças crônicas e com as infecções;

– Para evitar as infecções urinárias – tomar bastante água – a urina tem que estar com cor transparente ou amarela clara –, após as relações sexuais (mulheres) ir ao banheiro e urinar para esvaziar a bexiga; Não ficar muito tempo sem ir ao banheiro;

– No caso dos pacientes com cálculos – além da ingestão de muita água, evitar sódio (comidas com muito sal) e excesso de proteínas animais.

Acorda Cidade

OUTRAS NOTÍCIAS