Unidade de saúde é roubada em dias seguidos na Bahia; duas mil pessoas ficam sem atendimento

capa-materia-unidade-assaltada

Uma Unidade de Saúde da Família (USF), da comunidade do Rio Preto, no município de Wenceslau Guimarães, no baixo sul da Bahia, foi roubada por criminosos duas vezes em dias seguidos. As informações são do chefe de gabinete da cidade, Amarildo Bonfim. Os crimes aconteceram na madrugada desta segunda (12) e terça-feira (13).

 

Em entrevista ao g1, Amarildo detalhou que os criminosos levaram 10 itens. Por conta dos delitos, o atendimento foi suspenso. Funcionavam na unidade consultas de clínico geral, fisioterapia, vacinação e pré-natal.

 

🚨 Itens roubados

Duas Geladeiras

Duas Impressoras

Dois ares-condicionados

Botijão de Gás

Roteador de internet

Ventilador

Estabilizador de computador

A unidade realiza, em média, 500 atendimentos por mês no posto. Ao todo, duas mil pessoas, que moram nos arredores da região de Rio Preto e tinham a unidade como referência médica mais próxima, foram prejudicadas com a suspensão.

 

A unidade realiza, em média, 500 atendimentos por mês no posto. Ao todo, duas mil pessoas, que moram nos arredores da região de Rio Preto e tinham a unidade como referência médica mais próxima, foram prejudicadas com a suspensão.

O g1 teve acesso ao boletim de ocorrência registrado na delegacia territorial da cidade. Segundo os funcionários, ao chegarem à unidade, na segunda-feira (12), perceberam o portão da frente aberto e o cadeado danificado

Na terça-feira, os criminosos novamente conseguiram serrar os cadeados do portal principal, tendo acesso à unidade. Segundo a Polícia Civil (PC), o bairro é considerado novo, tendo poucos vizinhos nos arredores da unidade de saúde. Somado a isso, o local não conta com câmeras de segurança

Ainda conforme a PC, em nota, os investigadores afirmaram que as diligências estão em andamento e testemunhas sendo ouvidas para ajudar na identificação e localização dos infratores, assim como elucidar se existe relação entre os roubos

 

Informações extraídas do site G1 Bahia

OUTRAS NOTÍCIAS