Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

‘Uma hora a conta chega’, diz compositor de Faraó após acionar Robyssão por plágio

‘Uma hora a conta chega’, diz compositor de Faraó após acionar Robyssão por plágio

O compositor Luciano Gomes, responsável por um dos maiores sucessos da Axé Music, a canção ‘Faraó’, desabafou nas redes sociais após revelar que entrará com uma ação contra o cantor Robyssão por plágio (leia aqui).

Em um vídeo compartilhado no Facebook, Luciano diz que já tinha conhecimento do plágio e que não foi procurado pelo pagodeiro ou por ninguém da equipe dele para fazer de forma correta o sample na música.

A ação é motivada pela cópia feita pelo cantor de pagode na faixa ‘Vai no Chão’, que apesar de não citar diretamente a letra da composição de Luciano, traz a mesma estrutura melódica do sucesso de Luciano.

“Eu estava aguardando um posicionamento do setor jurídico da Universal para me posicionar. Vocês sabem que uma execução, qualquer que seja ela, se tratando de Faraó, rende lucro. Rende dinheiro para alguém, se ele foi beneficiado cantando Faraó, no ritmo de pagode, tem uma hora que a conta chega”.

O compositor relatou que a Universal Music já está tomando as providências para que a faixa deixe de ser veiculada nas plataformas digitais e que ele seja indenizado.

“Já mantive contato com o setor jurídico da Universal que neste momento já está tomando providência para que seja suspensa todas as execuções com a música ‘Vai No Chão’ com ‘Faraó’, e estou buscando uma reparação indenizatória por causa dos prejuízos causados a história dessa canção”.

Informações; Bahia Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS