Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

TV Globo é alvo de investigação do MP, saiba porquê

TV Globo é alvo de investigação do MP, saiba porquê

As denúncias de assédio sexual contra Marcius Melhem podem respingar na Globo. A empresa está sendo investigada na esfera trabalhista após relatos de funcionários sobre queixas a respeito do comportamento do ex-diretor e da forma como a emissora teria gerido a crise.

Os depoimentos que podem comprometer a Globo são de atrizes de programas extintos da casa, o Tá no Ar e o Zorra, e eles mostram que Melhem contesta e nega que tenha praticado os crimes, segundo a Folha de S. Paulo.

Ao todo, treze funcionários, entre atrizes e roteiristas do núcleo de comédia, estiveram na denúncia coletiva que deu origem à investigação do Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro.

Das 13 pessoas da denúncia coletiva, oito são autoras de denúncias contra Marcius Melhem ainda analisadas na esfera criminal, pelo MP Do Rio e pela Delegacia de Atendimento à Mulher. A identidade delas é mantida em sigilo.

Entre as datas dos depoimentos, a exposição das denúncias, inclusive aquela relata por Dani Calabresa, a Globo teria minimizado a relevância das queixas, segundo a revista Piauí.

Em agosto de 2020, o canal carioca informou em nota que a saída de Melhem havia ocorrido “em comum acordo”. A promotora Gabriela Manssur explanou que, “de uma forma geral”, denúncias como as que surgiram contra o humorista podem render.

Informações: Terra

OUTRAS NOTÍCIAS