Turistas pagam até R$ 130 mil de aluguel no Rio durante a Copa

1388107339_581752597_1-apto-3-quartos-em-frente-ao-maracana-na-copa-do-mundo-maracana

1388107339_581752597_1-apto-3-quartos-em-frente-ao-maracana-na-copa-do-mundo-maracana

A pouco mais de 4 meses para a Copa do Mundo, os preços dos aluguéis de imóveis para a temporada no Rio de Janeiro subiram até cinco vezes em relação aos que estão sendo praticados para o carnaval e feriados prolongados, como a Semana Santa. De olho no novo filão, uma imobiliária da Ilha do Governador, na Zona Norte, criou um cadastro especial com 30 imóveis, em diferentes bairros, para o período que vai de 8 de junho a 20 de julho – o Mundial vai de 12 de junho a 13 de julho. Uma cobertura na Zona Sul, por exemplo, já está alugada no valor de R$ 130 mil. O apartamento será ocupado por 15 europeus. E mais cinco clientes da empresa confirmaram o aluguel de outros imóveis.

O dono da imobiliária, Almir da Cunha Gonzaga, diz que lançou o pacote logo após o sorteio das chaves pela Fifa. Segundo ele, foi uma surpresa constatar que, em pouco mais de um mês, já recebeu 48 mil acessos e 126 pedidos de orçamento. Ele acredita que os motivos da grande procura são os serviços incluídos na diária, como café da manhã, limpeza, transporte ida e volta ao aeroporto, e guias e motoristas à disposição.

Gonzaga afirma, ainda, que a procura é dividida entre turistas brasileiros e estrangeiros. E que está investindo na contratação de 60 funcionários temporários para atender aos clientes.

“A Copa é no Brasil todo, mas a gente já detectou que pelo menos 60% dos visitantes estão optando pelo Rio de Janeiro. Os hotéis estão com diárias muito caras e não vão atender à demanda. Estamos investindo em coisa boa e de qualidade, já projetando para as Olimpíadas, o que vai ser melhor ainda”, acredita.

geral_zona

A imobiliária também oferece uma casa de luxo em um condomínio fechado na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, com diária a R$ 1,5 mil por pessoa. O imóvel mais barato no site da empresa é um apartamento na Ilha do Governador, com diária de R$ 600.

Outra imobiliária, em Ipanema, na Zona Sul, está anunciando uma cobertura de 360 metros quadrados, de frente para o mar, por R$ 15 mil a diária. Quem quiser alugar por 30 dias, estadia mínima do anúncio, terá que desembolsar R$ 450 mil. O imóvel tem capacidade para cinco pessoas, que pagariam R$ 90 mil cada. Para atrair o público, a propaganda diz que o apartamento já foi capa de revista. O G1 entrou em contato para saber se a cobertura já tinha interessados, mas até a publicação desta reportagem não obteve retorno.

Na região do Maracanã, na Zona Norte do Rio, apartamentos que têm vista para o estádio custam R$ 60 mil por mês. A dona de um imóvel, Ana Raquel Simões, é de Belo Horizonte e veio trabalhar na cidade há três anos. Foi quando decidiu comprar o apartamento, em uma rua próxima, já pensando no investimento para o Mundial.

“Eu pensei na valorização que ele ia ter, e agora estou voltando para Minas Gerais. Ele vai ficar vago até junho, quando pretendo alugar para a Copa”. Segundo Ana Raquel, um casal do Nordeste já fez contato e está interessado no negócio.

De acordo com a proprietária, o valor de um aluguel no prédio está em torno de R$ 1,8 mil. Ela diz que uma das atrações do apartamento é a vista livre para o estádio. “Da minha sala e da cozinha, a gente vê o Maracanã. E, além disso, estou aqui perto da Mangueira e dá para ouvir os ensaios da escola de samba.” Segundo Ana Raquel, o imóvel de três quartos abriga até 10 pessoas confortavelmente.

As informações são do G1

OUTRAS NOTÍCIAS