Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

TSE dá prazo de 15 dias para Bolsonaro apresentar dados que provem declarações de fraudes nas eleições

TSE dá prazo de 15 dias para Bolsonaro apresentar dados que provem declarações de fraudes nas eleições

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e outras autoridades, receberam, nesta segunda-feira (21), o prazo de 15 dias para apresentarem dados que mostrem que as acusações de fraudes nas urnas eletrônicas são verdadeiras. A decisão foi tomada pelo corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luis Felipe Salomão.

Segundo a CNN, o corregedor ainda instaurou o procedimento administrativo para verificar a existência ou não de informações e evidências concretas que possam ter prejudicado os pleitos de 2018 e 2022.

Na última quinta-feira (17),  Bolsonaro defendeu novamente o voto impresso e, sem provas, ele disse que a eleição de 2014, vencida por Dilma Rousseff (PT), e a de 2018, na qual se elegeu, foram fraudadas.

“O Aécio [Neves] ganhou em 2014. Em 2018, eu ganhei em primeiro turno. Alguns falam: ‘eu nunca vi ganhador reclamar’. Eu tô reclamando, porque eu quero transparência. ‘Ah, vai custar R$ 2 bilhões.’ Eu sempre ouvi que a democracia não tem preço. A gente arranja esse dinheiro aqui”, disse o presidente.

Informações: Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS