Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Trabalhadoras que quebram pedra de forma pré-histórica viram estampa de marca de roupa

Trabalhadoras que quebram pedra de forma pré-histórica viram estampa de marca de roupa

Ao viajar pela Chapada Diamantina no final da década passada, o fotógrafo Alexandre Augusto, descobriu algumas comunidades que sobreviviam de quebrar pedras e transformá-las em paralelepípedos e a incrível jornada das mulheres que comandam essa atividade secular. As imagens, que se transformaram na exposição Mulheres de Pedra, apresentam não só a realidade das mulheres cortadoras de pedra da região, mas também a grandeza do feminino.

Em collab com a Conclave, as imagens do fotógrafo ganharam novamente espaço em uma série de 10 camisetas, com um viés sofisticado e inovador.

O lucro integral da venda desta série será revertido justamente à estas mulheres. Confira camisetas:

Foto: Divulgação/Conclave

Informações: Ibahia

OUTRAS NOTÍCIAS