“Tinha 30% de chance de sobreviver”, diz Gloria Maria sobre tumor no cérebro

“Tinha 30% de chance de sobreviver”, diz Gloria Maria sobre tumor no cérebro

Recuperada totalmente após enfrentar um tumor no cérebro em 2019, Gloria Maria recorda hoje o período que passou e contou que tinha poucas chances de sobreviver ao tumor. Agora, ela diz que vive no presente e quer realizar muitos sonhos.

“Depois do tumor no cérebro, eu não vivo mais de sonhos. Eu vivo de realidade. Tenho muita coisa para realizar. Ganhei mais um ‘prazo de validade’. E estou aproveitando de todas as maneiras”, comentou para a revista GE.

“Eu tinha 30% de sobreviver, 20 de viver sem sequela. É minha vida, é a minha história. É intransferível. Ninguém pode viver por mim. E eu enfrento da maneira que ela se apresenta”, contou a repórter.

Gloria Maria também comentou sobre o mistério que faz com a idade. Número nunca fez parte do meu show. Eu nunca fui boa em matemática. Por que seria boa com idade?”, questiona a jornalista, que ainda enfatiza: “Eu não quero ficar eternamente jovem. Eu quero ficar eternamente bem. É isso que me interessa”, disse. 

A jornalista também comentou que vive muito bem com o fato de não ter casado. “Ninguém me educou para casar e ter um marido. Minha família me educou para ser livre. Você não pode permitir que te coloquem correntes”, afirmou. Ela, que é mãe de duas meninas, diz que tem vocação para a maternidade. 

“Hoje, eu tenho certeza que meu papel principal nessa vida, nesta encarnação, é ser mãe. A partir do momento que a gente se encontrou, pronto! A maternidade nasceu na hora. Eu soube que tinha nascido para ser mãe. E mãe delas”, disse. 

OUTRAS NOTÍCIAS