Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Terremoto deixa mais de 200 mortos no Paquistão

Terremoto deixa mais de 200 mortos no Paquistão

terremoto_paquistao_1

Pelo menos 206 pessoas morreram e 1.381 ficaram feridas no Noroeste do Paquistão na sequência do terremoto de 7,5 na escala Richter, registado ontem (26) no Nordeste do Afeganistão, segundo o mais recente balanço oficial. A província de Khyber Pakhtunkhwa, na fronteira, foi a zona mais atingida em território paquistanês, com 162 mortos e 1.217 feridos, informou hoje (27) a Autoridade Nacional de Gestão de Desastres do Paquistão num comunicado citado pela agência EFE.

O balanço anterior, de ontem, contabilizou 154 mortos no Paquistão e de pelo menos 84 no Afeganistão. Segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitoriza a atividade sísmica mundial, o epicentro foi localizado em Jurm, nas montanhas da província de Badakhshan, no extremo Nordeste do Afeganistão, zona pouco povoada, a uma profundidade de 213,5 quilômetros.

O abalo durou pelo menos um minuto e foi registada pelo menos uma réplica pouco depois de magnitude 4,8, segundo o USGS. O terremoto, também sentido na Índia, foi o de maior magnitude que atingiu o Sul da Ásia, de elevada atividade sísmica, desde que, em abril passado, um sismo de 7,8 na escala de Richter sacudiu o Nepal e provocou quase 9 mil mortos.

OUTRAS NOTÍCIAS