Taylor Swift deve alcançar o título de bilionária com nova turnê

79185

Ela é o momento! Taylor Swift está prestes a iniciar uma das maiores turnês de sua carreira com a “The Eras Tour”. Com 52 datas já esgotadas somente nos Estados Unidos, isso fará da estrela norte-americana a artista feminina de maior bilheteria de todos os tempos e de acordo com as últimas previsões da Forbes, a voz de “Midnights” deve alcançar o título de mais nova bilionária.

Atualmente, a Forbes avalia o patrimônio de Taylor em US$ 500 milhões, no entanto, ela deve ganhar muito mais com a “The Eras Tour”. Sua receita com o show pode ser de cerca de US$ 620 milhões, o que facilmente a tornaria a mais nova bilionária do pedaço.

Vale destacar que Taylor está dividindo parte dos lucros com a Ticketmaster, empresa responsável pela venda de seus ingressos. Mas a Billboard estima que a “The Eras Tour” gerará US$ 591 milhões em vendas de ingressos e no máximo US$ 12,9 milhões em taxas para a vendedora, que controla 70% do mercado de tickets.

Além do mais, o desejo dos Swifties de conseguir um lugar nas datas norte-americanas da turnê, que começará em Glendale, Arizona em 13 de março de 2023 e terminará em 9 de agosto em Inglewood, Califórnia, sobrecarregou as operações de venda da Ticketmaster.

A “The Eras Tour”, que atualmente conta com 52 datas, fará de Taylor Swift a artista feminina de maior bilheteria de todos os tempos. De acordo com a Billboard, a estrela ainda venderá os 170 mil ingressos restantes antes do final de 2022, o que estima que renderá cerca de US$ 591 milhões.

Madonna, cuja turnê “Sticky & Sweet” em 2008 e 2009 detinha o recorde anterior com vendas de US$ 407 milhões, cairá para o segundo lugar na lista das artistas femininas de maior bilheteria. A Billboard não estimou quanto de receita Swift receberia da turnê, mas segundo especialistas ouvidos pela Forbes, a voz de “Anti-Hero” deve arrecadar cerca de US$ 620 milhões, ou 105% da receita de ingressos.

“Ela supera todos os outros artistas em sua capacidade de se conectar com seus fãs e escrever ótimas canções que fazem as pessoas chorarem. Ela é linda e telegênica. Swifties que não vão a seus shows desde antes da pandemia, estão desejando a experiência de um show pessoalmente com ela. Seu promotor deveria ficar feliz em pagar a ela mais porque ele não tem que assumir nenhum risco de que seus shows não se esgotem“, disse David Herlihy, professor de ensino da Northeastern University e coordenador do programa da indústria musical à Forbes.

Além disso, após as despesas, Swift poderia manter entre US$ 465 milhões e US$ 496 milhões. Como ele disse: “Ela tem que pagar impostos, sua equipe, aluguel do local e despesas da turnê – possivelmente caminhões redundantes, equipes, segurança, instrumentos musicais e assim por diante. Essas despesas podem variar entre 20% e 25% de sua receita”.

Fonte: Popline

 

OUTRAS NOTÍCIAS