Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Tarifas de importação do café, margarina, queijo, macarrão, açúcar e óleo de soja são zeradas pelo Governo

Tarifas de importação do café, margarina, queijo, macarrão, açúcar e óleo de soja são zeradas pelo Governo

Os alimentos que terão imposto de importação zerado são café moído, margarina, queijo, macarrão, açúcar e óleo de soja.

O objetivo, segundo o governo, foi amenizar as pressões inflacionárias resultantes do contexto pandêmico, agravadas ainda pelo conflito deflagrado entre Rússia e Ucrânia, com reflexos importantes sobre os níveis internacionais de preços, especialmente o do petróleo, cujo impacto nos custos de transporte atinge parcela significativa dos bens consumidos pela população brasileira.

Foram priorizadas, nesse sentido, mercadorias com peso relativamente maior nas cestas de consumo da população e para os quais a inflação acumulada nos últimos 12 meses tenha tido significativa variação positiva.

Embora não tenha uma estimativa de impacto nos preços desses alimentos, a equipe econômica do governo afirma que a redução das alíquotas que incidem sobre produtos vindos do exterior é necessária por conta do impacto da guerra na Ucrânia sobre commodities, especialmente grãos.

Entre os produtos que mais subiram nos últimos três anos estão aqueles considerados commodities (matérias-primas com cotação internacional), como soja, café e açúcar, que têm os preços mais pressionados. O óleo de soja aumentou 153% e passou de R$ 3,48 para R$ 8,82. O pacote de 600 gramas de café custava R$ 11,50 em 2019 e agora custa R$ 21,65, 88% a mais.

Informações: Feira 24H

OUTRAS NOTÍCIAS