Sobe para 91 o número de mortos por causa das chuvas no Grande Recife

mortes-pernambuco_widelg

Até o final da manhã desta segunda-feira (30), o número de vítimas das chuvas que atingem Recife e região metropolitana era de 91, segundo informações de autoridades locais. Os três últimos corpos foram encontrados nesta manhã, no Jardim Monte Verde, bairro no limite entre a capital e Jaboatão dos Guararapes.

O Corpo de Bombeiro havia informado, por volta das 7h20, que profissionais buscam por pelo menos 21 pessoas que estão desaparecidas. Até o último domingo (29), o Governo havia confirmado que 56 pessoas estavam dadas como desaparecidas. No mesmo dia foram informados cerca de 4 mil desabrigados.

As fortes chuvas que atingiram Pernambuco no fim de semana foram responsáveis por deslizamentos de barreiras que derrubaram casas e soterraram moradores.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), órgão federal ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, emitiu um boletim geo-hidrológico na última quarta-feira (25) em que alertou para o “risco alto” de chuvas intensas e de deslizamentos na região metropolitana do Recife.

No entanto, a prefeitura da capital pernambucana só acionou o plano de contingência na sexta-feira (27), quando a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um outro comunicado informando a previsão de chuva intensa para o final de semana.

A tragédia causou grande comoção nas redes sociais e levou a dezenas de artistas e influenciadores a dor e pedir ajudar aos pernambucanos. O cantor João Gomes, nascido em Serrita, município no sertão de Pernambuco, foi impactado com as notícias sobre a tragédia que assola sua terra natal.

O cantor de piseiro apareceu chorando compulsivamente no Instagram e disse que não sabia do que estava acontecendo até chegar em casa.“Que dor, pessoas perderam suas casas e entes querido. Eu não sabia o que estava rolando até chegar em casa. Que choque”, escreveu ele.

OUTRAS NOTÍCIAS