‘Sinto o meu coração batendo mais forte, é algo único’ Diz Faustão após cirurgia

98354ff6-1428-4c7b-b3b3-2de2bd762f86

Fausto Silva deu uma de suas primeiras entrevistas após o transplante de coração no domingo (27) ao colunista Lucas Pasin, do Uol. Na manhã dessa quinta (31), o apresentador ligou para o jornalista dizendo que ele podia perguntar o que quisesse.

” Estou me sentindo ótimo. Por mim, eu saía daqui amanhã, estou abismado com a minha recuperação. Não tenho nada para reclamar. Sinto apenas uma leve dor nas costas, é um detalhe perto de tudo que aconteceu”, disse Fausto Silva, ao telefone.

A cirurgia feita no último final de semana levou quase 3 horas para ser concluída pela equipe médica do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O apresentador ocupava o segundo lugar na fila para o transplante. O órgão foi ofertado ao paciente que ocupava o topo, mas a equipe transplantadora do paciente recusou o coração, o que pode acontecer eventualmente por causa de potenciais incompatibilidades entre receptor e doador.

“Sinto como se o meu coração batesse ainda mais forte, é uma sensação única. Tiveram que tirar um monte de entulho de dentro de mim, e colocaram um coração novo, de um garotão de 35 anos. É algo que me faz sentir muito vivo”, continuou Faustão.

Pasin questiona sobre qual foi o primeiro pensamento do apresentador após acordar da cirurgia e Fausto faz um apelo: “O meu primeiro pensamento foi: eu preciso motivar a doação de órgãos. O Brasil tem que ser o primeiro lugar do mundo. Tem que existir mais projetos. Precisamos fazer alguma coisa para melhorar isso, e pensarmos nos próximos. Precisamos usar a fé na doação. Se eu não tivesse fé, não estaria vivo.”

“Ontem parecia que eu estava num dia normal na minha vida. Sentei, andei, conversei. É um absurdo poder fazer tudo isso. Só tenho a agradecer aos meus médicos e ao SUS. Tudo isso também é graças ao SUS. Não é porque eu tenho dinheiro que estou bem. Tudo isso que eu fiz também é feito no SUS, e isso precisa ser valorizado. É importante que todos se informem sobre, e essa será agora a minha missão”, disse Fausto.

Segundo Pasin, o apresentador encerrou a ligação contando que a previsão é que ele fique ainda mais um período no hospital.

Após a cirurgia, Luciana Cardoso, 46, mulher de Faustão, fez uma carta aberta de agradecimento:

“Foi um domingo abençoado para nossa família. Desde o primeiro dia de internação de emergência já sabíamos da necessidade do transplante (…) “[Quero] agradecer a essa família abençoada que, em um momento de dor e sofrimento, disse ‘sim’ e permitiu que não só o Fausto pudesse ter mais tempo ao lado dos filhos, como tantos outros receptores que hoje estão comemorando essa superação”.

No fim da tarde de quarta (30), o Hospital Israelita Albert Einstein informou que o apresentador está conversando normalmente e já começou a fisioterapia:

“O paciente Fausto Silva continua evoluindo dentro do esperado. Está se comunicando normalmente e se mostra muito disposto, após 72 horas desde a realização do transplante de coração, ocorrida no último domingo, no Hospital Israelita Albert Einstein. A função cardíaca está normalizada e estável e, hoje, foram retirados o dreno e alguns cateteres, além de o paciente ter iniciado a fisioterapia”, diz o hospital.

Internado desde 5 de agosto no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, Fausto Silva fez a cirurgia para receber um novo coração em 27 de agosto. O apresentador estava em diálise e necessitando de medicamentos para ajudar na força de bombeamento do coração, o que lhe colocou na lista de prioridades

Correios

OUTRAS NOTÍCIAS