Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Sindicância vai apurar denúncia de vereador contra superintendente de trânsito

Sindicância vai apurar denúncia de vereador contra superintendente de trânsito

david neto

A Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), abriu nesta terça-feira (10) uma sindicância para apurar as denúncias de irregularidades na administração da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) feitas pelo vereador David Neto em discurso na Câmara de Vereadores, na segunda-feira (9). De acordo com o vereador, a SMT, comandada pelo superintendente Francisco Júnior, estaria envolvida em um esquema de desmanche de carros apreendidos pela fiscalização, em um terreno no bairro São João do Cazumbá.

O prefeito José Ronaldo afirmou que a prefeitura não concorda com qualquer tipo de irregularidade e que as denúncias deverão ser investigadas. “Eu estava em São Paulo e recebi uma mensagem do superintendente afirmando que já estaria com advogados elaborando uma ação na Justiça, em virtude dessa denúncia. É claro que nós não comungamos com nada de errado, e se há uma denúncia ela tem que ser investigada com todo o rigor”, declarou.

O prefeito afirmou ainda que acreditará na inocência de Francisco Júnior, até que provem o contrário. “A pessoa atingida é um oficial da PM e tem uma vida limpa nos seus quase três anos como superintendente de trânsito. Então enquanto não houver a comprovação, ele continua merecendo a nossa confiança”, salientou.

José Ronaldo disse, porém, que não ficou surpreso com a atitude do vereador, que faz parte da sua base governista. “Ele esteve comigo na quinta-feira, me disse que tinha isso, e em momento algum eu pedi para ele não fazer. Se eu temesse alguma coisa, pediria pra ele não fazer. Eu não comungo com nada de errado e quem trabalha comigo também não comunga. Qualquer pessoa que chega a mim com uma denúncia, ela é para ser feita. Cabe a quem é do governo mostrar que não é verdade e sendo verdade afasta-se do governo.”

De acordo com a prefeitura, a presidência da comissão será exercida por Geraldo Aragão Guerra e tem como membros Lavínia Vilas Bôas Santos Nogueira e Mary Cristina Gomes de Souza Aleixo.

Ainda na noite de segunda-feira (9), o superintendente Francisco Júnior emitiu um comunicado oficial se defendendo das acusações feitas por David Neto e afirmou que tomará as medidas cabíveis na Justiça contra o vereador, cujas denúncias classificou como infelizes.

“Estão sendo tomadas, de imediato, as medidas judiciais cabíveis, para que o denunciante seja instado a apresentar provas de suas acusações. Estou convicto de que será confirmado o que é sabido por todos que conhecem a minha trajetória como cidadão desta cidade, a minha total inocência”, disse através da nota.

Francisco Júnior destacou ainda que o pronunciamento do vereador foi desacompanhado de qualquer prova ou elemento indiciário.

“Durante toda minha vida como munícipe, seja fazendo parte da briosa Polícia Militar da Bahia, que integro há 14 anos, ou nesta experiência a frente da SMT, busco manter retidão em minhas ações. No governo do prefeito José Ronaldo, não há espaço para atitudes ilícitas, pela correção exigida do nosso gestor a todos os seus auxiliares. No caso em tela, não existem provas, indiciarias sequer, que venham a macular minha vida ilibada. Reputo como infeliz a atitude do edil, que utilizou-se da tribuna da Câmara para tentar manchar minha imagem. Informo aos cidadãos desta cidade que estou a inteira disposição dos órgãos responsáveis para apurar estas infundadas denúncias. Quem acusa deve apresentar as provas sobre o fato”, declarou o superintendente.

Laiane Cruz / Ney Silva

OUTRAS NOTÍCIAS