Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Sem licitação, contrato para transmissão de aulas do município é assinado; Band e TVE não foi cogitada e fato gera críticas na Câmara

Sem licitação, contrato para transmissão de aulas do município é assinado; Band e TVE não foi cogitada e fato gera críticas na Câmara

“Me sinto muito orgulhoso em poder homenagear um canal de televisão que tanto nos orgulha. A TV Bandeirantes pega muito bem em Feira de Santana, mas eu não entendi porque não houve a licitação para que essa emissora concorresse para prestar a transmissão das belíssimas aulas aqui para o nosso município”. A declaração é do vereador Paulão do Caldeirão (PSC), em discurso na Câmara nesta terça (22).

O vereador se refere à transmissão das aulas em canal de TV aberta, que envolve um investimento de R$186 mil ao mês. O contrato foi firmado, no último dia 17, com a Rede Bahia, que permitirá a exibição de aulas via canal alternativo da Tv Subaé. As aulas e demais atividades serão transmitidas para os mais de 56.600 alunos da rede municipal de educação.

Apesar do questionamento, Paulão se disse feliz com a realização da sessão solene. “Não poderia deixar de registrar esse dia ímpar, tão importante para a Casa Legislativa, em que homenageamos uma das emissoras de televisão mais importantes do Norte/Nordeste da Bahia, a TV Bandeirantes, que vem fazendo um excelente trabalho ao longo desse tempo”, disse.

A 54ª sessão ordinária foi encerrada para dar espaço à sessão solene em homenagem aos 40 anos da Band Bahia. Na ocasião estiveram presentes o vice-governador, João Leão (PP); o vice-prefeito de Feira de Santana, Fernando de Fabinho; os deputados estaduais Carlos Geilson (PSDB) e José de Arimateia (Republicanos), e o diretor geral da Band Norte/Nordeste, Augusto Correia Lima.

Informações: Ascom

OUTRAS NOTÍCIAS