Sem confirmar candidatura, João Roma volta a dizer que ‘Bolsonaro não ficará sem palanque na Bahia’

317549-IMAGEM_NOTICIA_0

Cotado para ser o candidato de Jair Bolsonaro (sem partido) ao governo da Bahia nas eleições de 2022, o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos-BA), voltou a dizer que o presidente não ficará “sem palanque” no estado no ano que vem.

A declaração foi feita pelo político em entrevista à imprensa durante um evento no Centro de Cultura Cristã, no bairro do Stiep, em Salvador, na tarde desta sexta-feira (6).

Estiveram presentes no encontro o ministro da Educação, Milton Ribeiro, além de 70 prefeitos de cidades baianas, em uma demonstração de força de Roma, que tenta viabilizar sua candidatura.


Ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos-BA), no evento em Salvador (Foto: Vagner Souza/BNews)

“O que eu posso afirmar, enquanto ministro da Cidadania, que é o braço social do governo Bolsonaro, é que o personagem político João Roma estará defendendo o legado do presidente Bolsonaro, que tem feito muito pela Bahia e portanto não ficará sem palanque na Bahia no próximo ano”, disse.

Voto impresso

Questionado sobre a discussão do voto impresso, bandeira defendida por Bolsonaro, o ministro da Cidadania mostrou alinhamento ao discurso do presidente.

“Verifico a possibilidade do voto auditável como um avanço e fortalecimento da democracia”, declarou. O voto eletrônico, no entanto, já é auditável.

“Vejo no voto auditável um avanço no sistema eleitoral brasileiro, assim como também foi um avanço a possibilidade de colocarmos tecnologia e fazermos hoje a eleição de forma eletrônica. Eu vejo que é ainda mais um avanço, pra alguns brasileiros inclusive uma necessidade, que esse voto seja auditável”, reforçou.

Informações: Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS