Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

‘Seja lá quem ganhe em 2022 vai pegar o Brasil em frangalhos’, diz presidente da controladora do Itaú

‘Seja lá quem ganhe em 2022 vai pegar o Brasil em frangalhos’, diz presidente da controladora do Itaú

Alfredo Setubal, presidente do Itaúsa — holding que investe principalmente no Itaú, mas tem participação em empresas como Alpargatas e Dexco — afirmou que o vencedor das próximas eleições presidenciais “pegará o país em frangalhos”, assombrado por baixo crescimento, inflação elevada e crise hídrica.

O empresário defendeu que o Brasil precisa aprovar as reformas administrativa e tributária ainda este ano, e o Banco Central está certo em elevar juros. Segundo Setubal, se o BC exagerou, foi quando colocou os juros a 2%. O empresário realiza nesta terça-feira (28), um evento virtual para os quase um milhão de acionistas do banco.

Defensor da terceira via, Setubal prefere o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e diz que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “contava com uma economia mais pujante em ano eleitoral e não terá”e o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) “foi um bom presidente”, mas o fim do seu governo “foi muito ruim”.

“Na minha opinião, qualquer um que ganhar pegará o país em frangalhos. Não tem salvador da pátria. Espero que seja eleito, se possível, alguém mais de centro, que acabe com a polarização e tenha pelo menos um certo projeto de país. Mas não terá milagre”, afirmou em entrevista ao jornal O Globo.

Informações: O Globo

OUTRAS NOTÍCIAS