Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Secretário Municipal poderá ser convocado para esclarecer situação do Hospital de Campanha

Secretário Municipal poderá ser convocado para esclarecer situação do Hospital de Campanha
O secretário municipal de Governo, Denilton Pereira Brito, poderá ser convocado para prestar esclarecimentos na Câmara Municipal, sobre o contrato entre a Prefeitura e o Hospital de Campanha, com a aprovação do requerimento de autoria do vereador Edvaldo Lima (MDB). O pedido, que deverá ser votado nos próximos dias, é embasado em uma carta aberta divulgada na semana passada pela equipe médica do Hospital de Campanha, denunciando atraso de salários desde o mês de março.
O requerimento quer informações do representante do Governo Municipal sobre a situação denunciada pelos profissionais de saúde, como o motivo do atraso salarial, os valores da remuneração de médicos, enfermeiros e demais funcionários, bem como dados do contrato entre a Prefeitura e a unidade hospitalar. Edvaldo Lima destaca que devido à alta incidência da Covid -19, o hospital está superlotado e os profissionais de saúde expostos trabalhando com carga horária excedente.
“Sem salário, sem saúde mental e insatisfeitos com as condições de trabalho, os médicos não têm como garantir uma assistência de qualidade aos pacientes”, justifica o autor do requerimento, que deverá ser votado esta semana, citando trecho do documento assinado pelos médicos. Ele ressalta ainda que a empresa S3, responsável pela gestão do Hospital de Campanha, propôs pagar 50% do salário de abril, mas os médicos não aceitaram.
Informações: ASCOM

OUTRAS NOTÍCIAS