Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Secom admite erro em rede social de ACM Neto após informação sobre reabertura de praias

Secom admite erro em rede social de ACM Neto após informação sobre reabertura de praias

A Secretaria de Comunicação Social de Salvador (Secom) entrou em contato com o site BNews para negar que as praias serão reabertas após a capital atingir o patamar de 65% de ocupação de leitos de UTIs.  A informação constava no Instagram do prefeito ACM Neto (DEM). Segundo a pasta, o erro foi cometido por uma das assessoras de comunicação durante o gerenciamento do perfil, nesta quinta-feira (30).

A mensagem condicionava que a liberação das praias em Salvador iria acontecer apenas quando a taxa de ocupação dos leitos de UTI baixasse para 65% e a terceira fase da retomada da economia fosse colocada em prática. Hoje a taxa está em 68%.

O comentário conflitava com o patamar estabelecido para a Fase 3, que é de 60% de ocupação. A fase contempla parques de diversões, parques temáticos, teatros, cinemas, casas de espetáculos, clubes sociais, clubes recreativos, clubes esportivos, centro de eventos e Centro de Convenções. A mensagem foi apagada logo após a consulta do BNews.

O prefeito ACM Neto (DEM) também informou para a reportagem que haverá um protocolo específico para a reabertura.

Fase 2

Em outro comentário, desta vez no Twitter, Neto também celebrou o atual patamar de ocupação e anunciou que a Fase 2 do plano de retomada da economia poderá ser colocada em prática nos próximos dias.

“A taxa de ocupação dos leitos de UTI chegou hoje a 68% em Salvador. Desde 24/5 [24 de maio] não tínhamos um percentual abaixo dos 70%. Esse percentual demonstra que as ações da Prefeitura e governo estão corretas. Vamos continuar trabalhando muito para implantar a fase 2 da retomada o mais rápido possível”, declarou.

O índice precisa permanecer estável e abaixo dos 70% por pelo menos cinco dias. A Fase 2 será colocada em prática com a reabertura academias de ginástica, barbearias, salões de beleza, centros culturais, museus, galerias de arte, lanchonetes, bares e restaurantes.

OUTRAS NOTÍCIAS