Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Seca atinge região sudoeste da BA e 62 municípios estão em situação de emergência

Seca atinge região sudoeste da BA e 62 municípios estão em situação de emergência

rio-pardo1

A região sudoeste da Bahia está com 62 municípios em situação de emergência por conta da seca. Em Vitória da Conquista, no Povoado de Três Lagoas, por exemplo, a situação é tão crítica que até a água do Rio Pardo, que abastece a localidade, secou.

Os moradores de Três Lagoas têm apoio de carros-pipa, mas a água que chega para eles não é suficiente nem para as necessidades básicas dos moradores, como tomar banho e cozinhar.

seca12

A aposentada Ereneia Vieira, de 101 anos, disse que foi surpreendida pela situação da seca no povoado este ano. “Eu nunca vi uma seca como essa. Eu nunca vi o pasto seco, estou vendo agora”, lamentou.

A expectativa dos moradores é que agora, com a situação de emergência reconhecida, novas ações e medidas sejam tomadas para amenizar os efeitos da estiagem.

De acordo com a Defesa Civil de Vitória da Conquista, 156 localidades, 16 assentamentos e um distrito são abastecidos com 17 carros-pipa.

“A prefeitura de Vitória da Conquista, já autorizou o Secretário de Administração a contratar 12 carros [pipa]. E a Defesa Civil está buscando junto a Sudec recursos oriundos do Ministério da Integração, para que nos meses de novembro e dezembro tenhamos mais uns quatro ou cinco carros para atender a população”, explicou o coordenador da Defesa Civil, Ubaldino Figueredo.

No mês de outubro, em Conquista, começa a chover em média 56,5 milímetros. E até então, choveu menos da metade. O pesquisador Rosalve Lucas explica o atraso da chuva na região.

“O fenômeno natural La Niña foi embora antes do previsto e ela quem trazia a temperatura mais baixa. Outro fator, que o homem é responsável, é a queimada, que acentua nessa queda de umidade. O calor provocado pela queima acaba evaporando a pouquíssima água que fica no ar”, contou.

OUTRAS NOTÍCIAS