“Se pudesse, mudava meu título pra votar nele”, diz ministro da Educação em evento com João Roma em Salvador

317545-IMAGEM_NOTICIA_0

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, evitou dar contorno eleitoral à agenda que cumpriu em Salvador, nesta sexta-feira (6), ao lado do ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos) – cotado a disputar o governo da Bahia como emissário do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Eu sou muito amigo do João Roma, mas o nosso evento aqui, embora ele seja o nosso anfitrião, não teve nenhum caráter político. Nós simplesmente viemos tecnicamente e ele é uma pessoa muito capaz. Claro, se ele tiver pretensões, se eu pudesse até mudava meu título aqui pra votar nele”, disse ao BNews, durante o encontro que reuniu 70 prefeitos no Centro de Cultura Cristã, no bairro do Stiep.

“Agora o hoje o assunto foi o FNDE, as escolas, as creches, as quadras. Este foi o tema e fomos aqui recebidos e muito bem recebidos como Governo Federal pelo pastor Valdomiro, da Assembleia de Deus, a quem desde logo, desde já eu deixo aqui minha gratidão”, acrescentou.

Apesar de não confirmar a pré-candidatura, João Roma tem atraído prefeitos e lideranças pelo interior da Bahia com obras e recursos federais para investimentos nos municípios.

As últimas pesquisas de intenção de voto sinalizam um percentual de 15% ao seu nome, consolidando a ideia de uma terceira via à polarização entre PT e DEM, com as candidaturas do senador Jaques Wagner e do ex-prefeito de Salvador ACM Neto.

Naquela ocasião, Roma afirmou, em entrevista ao programa BNews Agora, na rádio Piatã FM, sua intenção de defender o legado do presidente Bolsonaro na Bahia.

“Tenho afirmado que não só irei intensificar a agenda de Bolsonaro, como serei responsável por defender seu legado na Bahia. Será uma responsabilidade que não vou me curvar”.

Informações: BNews

OUTRAS NOTÍCIAS