Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Sarney diz que “anarcopopulismo” coloca Brasil como “república de bananas”

Sarney diz que “anarcopopulismo” coloca Brasil como “república de bananas”

O ex-presidente da República e um veterano da política brasileira, José Sarney, afirmou que o “anarcopopulismo” em curso gera um clima constante de “instabilidade” no Brasil e o equipara a países hoje considerados uma “república de bananas”.

Aos 91 anos, Sarney lembrou a tentativa de golpe nos Estados Unidos com a tentativa de invasão ao Capitólio, estimulada por Donald Trump que constantemente colocava em cheque a credibilidade do sistema eleitoral e insinuava a ocorrência de fraudes, semelhante ao que Jair Bolsonaro promove no Brasil.

Na sabedoria de quem foi não só presidente da República, mas do Senado e tem uma trajetória de décadas de comando no Maranhão, ele diz a internet promoveu mudanças importantes, mas “matou a verdade”, dando voz a diferentes versões de uma mesma história. Segundo Sarney, se o golpe fosse dado nos EUA, seria difícil “dormir tranquilo” em todo o mundo.

“A internet trouxe uma mudança fantástica à humanidade. Primeiro, matou a verdade, não se sabe onde ela está. São tantas versões que não se sabe mais qual é a verdadeira. Deus quis que a resistência ao golpe não se tenha tornado uma fake news, porque, se os Estados Unidos estivessem vulneráveis, como queria o Trump, ninguém poderia dormir tranquilo”, diz Sarney no artigo publicado no jornal O Estado do Maranhão.

Além da Covid-19, lembra o ex-presidente, que só no Brasil já vitimou mais de 560 mil pessoas, hoje o país sofre com uma outra doença, que é é a “Covid da democracia” e que ameaça a “liberdade”.

“Neste momento em que o mundo vive tantas crises, não podemos aceitar mais uma, tão danosa quanto a da Covid-19, a Covid da democracia. A primeira ameaça a vida, e a segunda, a liberdade. Valha-nos Deus”, lamenta.

Informações: Agência Brasil 

OUTRAS NOTÍCIAS