“Saí da capital para o merdeste”, diz adolescente de 14 anos que cometeu atentado em escola em Barreiras

O adolescente de 14 anos que abriu fogo contra estudantes da Escola Eurides Sant’anna, em Barreiras (BA) , e causou a morte de uma colega, na última segunda-feira (26), realizou diversas postagens anunciando o atentado e contra a cidade em sua conta pessoal no Twitter. 

“Saí da capital do Brasil para o merdeste e nunca pensei que aqui fosse tão repugnante. Lésbicas, gays e marginais aos montes, acham que são dignos de me conhecer e conhecer minha santidade. Os farei clamar pela minha misericórdia, sentirão a ira divina”, afirmou.

Em outra publicação, o jovem teria dito que não via “a hora de fatiar gorda” e que “não teria misericórdia”. “Irá acontecer daqui quatro horas e eu estou bem de boa. Estou tão calmo, nem parece que irei aparecer em todos os jornais”, afirmou o adolescente em sua última postagem no Twitter.

O estudante é filho de um policial reformado da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). O atirador usou a arma do próprio pai, um revólver calibre .38 para cometer o atentado.

Atualmente o perfil está suspenso por violar regras da empresa. Nas postagens, o adolescente declarou que “o dia do massacre estava chegando” e que as vítimas sentiriam “a ira divina”.

 

Fonte: bnews.com.br

OUTRAS NOTÍCIAS