Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Rui diz que não pode prometer reajuste em 2016 para servidor

Rui diz que não pode prometer reajuste em 2016 para servidor

650x375_rui-costa_1578369

O governador Rui Costa deu poucas esperanças de atender as reivindicações dos servidores do estado que vão entregar na sexta-feira, 6, ao governo a pauta salarial de 2016, pedindo aumento linear acima da inflação.

“Quero ver a economia e a arrecadação reagirem. Obviamente, tudo que será feito depende da arrecadação. Nesse momento, a condição é de manter os salários em dia, é o que dá para fazer hoje. Para você ter uma ideia, dos 27 estados da federação, dez já atrasaram os salários esse ano. Alguns estão repetidamente parcelando o salário. Sergipe é o quarto mês seguido que está parcelando salário. Então, em um clima desses não há como falar de outros acréscimos de despesas, senão o estritamente legal”, disse Rui, após visitar os postos do programa “Acordo Legal”, que negocia dívidas públicas na Arena Fonte Nova, na manhã desta terça, 3.

Ele lembrou que a folha salarial do estado “já tem um crescimento vegetativo gigantesco por leis que foram historicamente aprovadas e que, mesmo sem fazer nada, ela vai crescendo”, disse o governador, informando que só na parcela do anuênio, paga aos servidores, “a folha cresce 1%, mesmo a arrecadação crescendo zero”.
Para finalizar, ele disse que no momento “não tem condições de acenar nada a não ser que haja reação na arrecadação”.

OUTRAS NOTÍCIAS