Repórter da TV Globo fica sob a mira de um revólver ao vivo

whatsapp_image_2022-07-21_at_07.18.33_widelg-1

A repórter Daniela Carla, da TV Gazeta, afiliada da TV Globo no Espírito Santo, passou por um grande susto na última terça-feira (19). A jornalista foi ameaçada por um homem armado enquanto estava ao vivo em uma participação no telejornal “Bom Dia Espírito Santo”.

Daniela estava no Morro do Cabral, na capital do estado, noticiando os constantes tiroteios na localidade, quando ficou sob a mira de revólver. Imediatamente, a repórter interrompeu a narração que fazia sobre o caso e informou aos apresentadores o que tinha acontecido.

“Nós acabamos de ser ameaçados no Morro do Cabral. A gente vai sair daqui agora, um homem armado nos mandou embora neste momento. Esse rapaz aqui apontou uma arma para mim. Pouco antes, um comparsa dele passou por aqui e falou que a gente tinha que meter o pé”, contou.

Nitidamente nervosa com a situação, a jornalista recebeu orientação dos colegas para deixar o local imediatamente. “Dani, sai daí, Dani. Saia logo. Ela está lá para levar informação a você, mas foi impedida de trabalhar. A Dani vai para o carro, para outra região da cidade, assim que for possível, a gente vai tentar cumprir o nosso trabalho de levar informação para você”, disse o âncora.

Horas depois, a repórter usou as redes sociais para fazer um desabafo. Em seu perfil oficial do Instagram, ela falou do ocorrido. “Contar histórias é o trabalho primordial de um repórter! É pra isso que eu tava numa escadaria do Morro do Cabral hoje cedo. Pra contar como foram as mais de seis horas de tiroteio que moradores inocentes foram obrigados a suportar! Mas assim como se acham no direito de tirar a paz de pessoas de bem, criminosos acham que podem nos impedir de contar o que eles fizeram e cobrar segurança por parte das autoridades?. Não podem! Fizemos nosso trabalho!”, postou.

Fonte: bnews.com.br

 

OUTRAS NOTÍCIAS