Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Reeleito, Colbert obteve maior percentual de votos em todas as zonas eleitorais de Feira de Santana

Reeleito, Colbert obteve maior percentual de votos em todas as zonas eleitorais de Feira de Santana

Colbert Martins Filho (MDB) foi reeleito prefeito de Feira de Santana com 54,42%, referente a 164.831 votos, contra 45,58%, equivalente a 138.073 votos, do deputado federal Zé Neto (PT).

O prefeito, obteve o maior percentual de votos em todas as quatro zonas eleitorais de Feira de Santana, neste segundo turno. Sendo que o maior número de votos foi registrado na zona 154. Confira detalhes:

ZONA 154

Colbert Martins Filho (MDB): 56,35% – 45.190 votos

Zé Neto (PT): 43,65% – 34.999 votos

ZONA 155

Colbert Martins Filho (MDB): 57,36% – 34.578 votos

Zé Neto (PT): 42,64% – 25.703 votos

ZONA 156

Colbert Martins Filho (MDB): 51,77% – 44.924 votos

Zé Neto (PT): 48,23% – 41.849 votos

ZONA 157

Colbert Martins Filho (MDB): 53,05% – 40.139 votos

Zé Neto (PT): 46,95% – 35.522 votos

No primeiro turno, realizado no último dia 15 de novembro com outros sete candidatos, Zé Neto saiu na frente com o maior percentual total de votos, somando 41,55 % (119.862 votos) contra 38,18% (110.146 votos) do atual prefeito. Em relação as zonas eleitorais, o petista havia obtido mais votos que Colbert em duas zonas, na 156 e 157. Confira detalhes:

ZONA 154

Colbert Martins Filho (MDB): 40,58% – 30.814 votos

Zé Neto (PT): 38,58% – 24.294 votos

ZONA 155

Colbert Martins Filho (MDB): 41,37% – 23.660 votos

Zé Neto (PT): 37,07% – 21.205 votos

ZONA 156

Colbert Martins Filho (MDB): 36,44% – 30.256 votos

Zé Neto (PT): 44,91% – 37.288 votos

ZONA 157

Colbert Martins Filho (MDB): 35,25% – 24,416 votos

Zé Neto (PT): 44,48% – 32,075 votos

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral, neste segundo turno, foram 325.145 votos, sendo 302.904 votos válidos, 5.293 votos brancos, 1,63%; 16.948 votos nulos, 5,21% e 75.404 abstenções, 18,83%.

OUTRAS NOTÍCIAS