Radialista mata noiva por ela gritar nome de outro homem durante o sexo

imagem_2801141390945398_g

imagem_2801141390945398_g

Um radialista assassinou sua noiva após ficar convencido de que ela estava tendo um caso com outro homem, no último domingo (26), em Hucknall, na Inglaterra. O motivo foi durante a relação íntima do casal, quando a companheira gritou o nome de outro homem.

Geoff Hemming, de 52 anos, esfaqueou Denise Williamson, de 44, com dez facadas e tentou explicar que outra pessoa teria atacado o casal. Eles foram encontrados pelo filho, Williamson Ryan, de 16 anos, em sua residência. Ambos estavam cobertos de sangue.

De acordo com o assassino, o relacionamento estava sob pressão, pois eles tinham uma dívida de cerca de R$ 150 mil. Antes do crime, o homem já estava desconfiado, ao ponto dele realizar pesquisas na internet com a frase “eu peguei minha esposa tendo relações íntimas”.

Os paramédicos que participaram do resgate disseram que Hemming  teve cortes superficiais no braço, e fingia estar inconsciente.

OUTRAS NOTÍCIAS