Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

“Quero Justiça”; Mãe de vítima de incêndio do Iguatemi I faz desabafo emocionante durante Audiência Pública na Câmara; Tragédia fará três anos

“Quero Justiça”; Mãe de vítima de incêndio do Iguatemi I faz desabafo emocionante durante Audiência Pública na Câmara; Tragédia fará três anos

kNa manhã desta quarta-feira (24), a Câmara dos Vereadores de Feira de Santana, realiza uma sessão especial, em audiência pública, presidida pelo Vereador Paulão do Caldeirão (PSC), para cobrar medidas sobre o ressarcimento das vítimas do incêndio do Residencial Iguatemi I.

Quase três anos após o incidente, ainda não se tem uma ação, tanto da Gestão Municipal, quanto da Caixa Econômica, no que se refere ao seguro, retorno aos apartamentos, ou compensação dos moradores, pais, mães e parentes, das vítimas dessa fatalidade.

Durante um momento de fala concedido a senhora Marinalva Rodrigues, que é mãe e avó de duas das vítimas fatais do incêndio, ela fez um desabafo emocionado, e foi as lagrimas pedindo justiça pelas vítimas, e disse que mesmo que sejam ressarcidos e os imoveis devolvidos, que os entes queridos que perderam, não irão mais retornar.

“Não estou aqui para pedir cesta básica e nem nada disso; estou para cobrar justiça. Eu sei a dor que ainda sinto, mesmo depois de 3 anos sem minha filha e minha neta. Eu sei que não vou ter elas de volta, mas quero justiça. As pessoas não tem onde morar, estão passando necessidades [….] É desumano deixar as pessoas assim. Só quero que alguma coisa seja feita, quero que a justiça seja feita para mim e todos os injustiçados.”

O Edil Paulão, em tentativa de resolução da questão, cobrou em discurso no plenário e fez requerimento a Secretaria Municipal de Habitação, Caixa Econômica Federal e demais Órgãos competentes, o que resultou em uma reunião entre a atual Secretária da Pasta, Cintra Machado, e os moradores, porem sem resultados, pois segundo a mesma, depende muito mais da Caixa Econômica do que da Secretaria.

Com grandes dificuldades e sem ter onde morar, muitas famílias que residiam no Condomínio do extinto Minha Casa Minha Vida, Iguatemi I, no bairro Mangabeira, em Feira de Santana, ainda aguardam uma solução do poder público para retornarem aos seus apartamentos.

Uma pessoa morre e várias ficam feridas em incêndio no residencial Iguatemi, em Feira de Santana

A tragédia que deixou deixou quatro pessoas mortas, várias feridas e diversas desabrigadas, além de um enorme prejuízo, após um incêndio provocado por causa da fiação da rede elétrica que pegou fogo, aconteceu no dia 04 de dezembro de 2018, e completa três anos no próximo mês.

OUTRAS NOTÍCIAS