Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Queiroga demite chefe do Ministério da Saúde no Rio que fechou contratos sem licitação

Queiroga demite chefe do Ministério da Saúde no Rio que fechou contratos sem licitação

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, demitiu o coronel George Divério do cargo de superintendente da pasta no Rio de Janeiro, conforme publicação no Diário Oficial da União desta quarta-feira (26).

Nomeado ainda na gestão de Eduardo Pazuello, de quem é próximo, Divério foi o responsável por fechar contratos de R$ 29 milhões para duas reformas em prédios do ministério, ambas com dispensa de licitação e com empresas que já haviam trabalhado para ele outras vezes, de acordo com a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

A AGU, entretanto, não aceitou as justificativas para as obras e os contratos acabaram desfeitos.

Os locais em que seriam feitas as reformas, em plena pandemia, eram um galpão usado como arquivo de documentos e um prédio no Centro do Rio, na Rua México.

Informações: Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS