Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Quando será?

Quando será?

Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão somente o Pai. Mateus 24:36

Certa vez, falei a um amigo em tom de brincadeira: “O mundo nunca esteve tão bom!” Caracteristicamente mal-humorado, ele respondeu: “O mundo está bom para o fogo.” Dei um sorriso sem graça e pensei: “Será isso mesmo?”

Embora o mundo esteja cada vez pior, estaria pronto para o fogo do juízo? Por que Deus não mandou o fogo ainda? Ou por que Jesus não voltou ainda? Se Ele não voltou, é porque ainda não é hora. Deus está mesmo interessado em curar o mundo. O que cura o mundo não é o fogo. Deus tem um trabalho para nós. Esse trabalho deve ser feito antes do ajuste final de contas.

Ansiamos que Jesus volte logo. Ficamos indignados com as pessoas que não respeitam a lei de Deus nem fazem caso de Seu amor. Nesse misto de sentimentos, esperamos que Jesus venha, faça justiça e destrua os ímpios. Porém, antes que Jesus volte, o que Ele espera é que façamos a nossa parte. Primeiramente, que estejamos unidos com Ele para atuarmos como o sal da terra e a luz do mundo. Esse é o propósito de Deus para cada cristão.

Em Mateus 24:6 está escrito: “Vocês ouvirão falar de guerras e rumores de guerras, mas não tenham medo. É necessário que tais coisas aconteçam, mas ainda não é o fim.” Quem determina o fim do mundo não são os homens maus. Sempre houve guerras e rumores de guerras. Isso apenas prova que o ser humano está se distanciando de Deus. No entanto, no verso 14, o cenário muda: “E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim.” Quem determina o fim do mundo são os homens bons que levarão o evangelho a todas as nações.

Como podemos perceber, o problema da tardança não está com os ímpios, mas com os cristãos. A tarefa de terminar a obra não pertence aos ímpios, mas aos servos de Deus. Os impenitentes estão fazendo o que sabem: pecar. E nós que fomos chamados a ser pescadores de homens, o que estamos esperando?

Informações: Meditação Essencial

OUTRAS NOTÍCIAS