Quais são os ministérios indefinidos no governo Lula e quando ele anuncia os nomes?

quais_sao_os_minisrterios_indefinidos_no_governo_lula_e_quando_ele_anuncia_os_nomes_widelg

Presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou um total de 21 ministros e as respectivas pastas que farão parte de sua equipe de trabalho a partir de 1° de janeiro de 2023. Na última quinta-feira (22), foram 16 nomes anunciados em coletiva de imprensa covocada pelo presidente em Brasília, na sede do Governo de Transição.

Ou seja, ainda faltam 16 nomes a se anunciar e outras questões importantes como, por exemplo, as presidências de estatais tipo Petrobras, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Lula prometeu terminar o anúncio do ministeriado até a próxima terça-feira (27).

As pastas sem anúncio até o momento são

  1. Ministério do Meio Ambiente
  2. Ministério do Planejamento
  3. Ministério das Cidades
  4. Ministério da Previdência Social
  5. Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional
  6. Ministério dos Esportes
  7. Ministério dos Povos Indígenas
  8. Ministério das Comunicações
  9. Ministério da Pesca e Aquicultura
  10. Ministério da Comunicação Social
  11. Gabinete de Segurança Institucional (GSI)
  12. Ministério do Desenvolvimento Agrário
  13. Ministério dos Transportes
  14. Ministério de Minas e Energia
  15. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
  16. Ministério do Turismo

Há nomes cotados para alguns desses ministérios. Simone Tebet (MDB) e Marina Silva (Rede) disputam o Meio Ambiente. Ana Moser é nome cotado para os Esportes enquanto o General Gonçalves Dias deve ser o nome do GSI.

Uma das pastas mais importantes do Governo, o Ministério de Minas e Energia pode acabar na mão do baiano Elmar Nascimento (União Brasil).

Quem já foi anunciado?

  1. Marcio Macêdo – Secretaria-Geral da Presidência da República
  2. Fernando Haddad (PT) – Fazenda
  3. Rui Costa (PT) – Casa Civil
  4. Flávio Dino (PSB) – Justiça e Segurança Pública
  5. José Múcio – Defesa
  6. Mauro Vieira – Itamaraty
  7. Nísia Trindade – Ministra da Saúde
  8. Camilo Santana (PT) – Ministro da Educação
  9. Márcio França (PSB) – Ministros de Portos e Aeroportos
  10. Luciana Santos (PC do B) – Ministra de Ciência e Tecnologia
  11. Cidinha Gonçalves – Ministério da Mulher
  12. Wellington Dias (PT) – Desenvolvimento Social
  13. Margareth Menezes – Ministério da Cultura
  14. Luiz Marinho – Ministério do Trabalho
  15. Esther Dweck – Gestão e Inovação
  16. Anielle Franco – Ministério da Igualdade Racial
  17. Silvio Almeida – Ministério dos Direitos Humanos
  18. Geraldo Alckmin (PSB) – Indústria e Comércio
  19. Alexandre Padilha – Relações Institucionais
  20. Advocacia-Geral da União: Jorge Messias
  21. Controladoria-Geral da União: Vinicius Marques de Carvalho

BNews

OUTRAS NOTÍCIAS