Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Proprietário tapa vaso sanitário instalado em passeio de bar no Jomafa após ser notificado; Caso teve grande repercussão a nível nacional

Proprietário tapa vaso sanitário instalado em passeio de bar no Jomafa após ser notificado; Caso teve grande repercussão a nível nacional

Após ser notificado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Feira de Santana (Sedur), na tarde de ontem (10), o proprietário do bar localizado na Rua Lopes Rodrigues, no bairro Jomafa, que instalou um vaso sanitário no passeio em frente ao estabelecimento, já realizou a retirada do equipamento. O caso teve repercussão a nível nacional, e o assunto rapidamente se espalhou nas redes sociais.

A situação teve grande repercussão em toda a Bahia, após um dos vizinhos do bar, Valtemir do Vale Araújo, tomar coragem de realizar a denúncia, por considerar a atitude do comerciante absurda.

“Isso aí está todo mundo de acordo que era uma coisa impossível, mas ele fez. Eu não estava aqui, mas me falaram que chegou uma equipe da prefeitura, conversou com ele e deu 72 horas para ele resolver o problema”, afirmou Valtermir Araújo, na manhã de hoje (11).

Segundo ele, procurou o rádio para denunciar porque é através dele que se informa sobre tudo que acontece na cidade. “Ligaram para mim até de Juazeiro, falando que esse vaso chamou a atenção da Bahia toda. O dono do bar ficou chateado, é meu vizinho, mas ele não pode se comportar desse jeito, tinha que cumprir com a ordem.”

O vaso sanitário foi instalado há cerca de 10 dias pelo proprietário do bar na Rua Lopes Rodrigues, que dá acesso ao Complexo Investigador Bandeira. O equipamento era coberto somente com um piso e quando o estabelecimento abria, o proprietário colocava algumas caixas de cerveja para encobrir os clientes que faziam uso do vaso.

Moradores e comerciantes próximos do local, a exemplo de alguns restaurantes, ficaram insatisfeitos com a situação, que provocava constrangimento em que passava, além do forte mau cheiro de urina. Também havia o risco de pedestres se acidentarem no local.

 

Informações: Acorda Cidade

OUTRAS NOTÍCIAS