Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

‘Princesinha do Sertão’: Feira de Santana completa 188 anos; conheça pontos turísticos da cidade baiana

‘Princesinha do Sertão’: Feira de Santana completa 188 anos; conheça pontos turísticos da cidade baiana

Neste sábado (18), Feira de Santana, comemorou 188 anos de emancipação política.

O advogado e produtor de conteúdo Iuri Barreto, criador da fanpage “Guia de Sobrevivência do Soteropobretano“, fez um tour pelo município, para mostrar os pontos turísticos.

Iuri é conhecido por dar dicas de atividades de lazer de baixo custo em Salvador. Criado em 2012, o perfil conta atualmente com quase 180 mil seguidores.

O objetivo da visita em Feira de Santa foi justamente de dar dicas de pontos turísticos e atividades de lazer acessíveis para quem visita a cidade.

“É a segunda vez que visito Feira de Santana. Na primeira vez eu vim conhecer, porque todo mundo falava que não tinha nada para fazer na cidade e eu vim provar o contrário”, conta Iuri .

Nesta segunda visita, Iuri foi convidado pela equipe da TV Subaé, afiliada da Rede Bahia na região, a seguir um roteiro que qualquer outro visitante na cidade pode gostar de conhecer. Veja a lista:

Feiraguay

Local que começou como uma feira livre, há 30 anos, é o mais conhecido de Feira de Santana e fica na Praça Presidente Médici. É o maior centro de compras populares da cidade e um dos mais conhecidos da região Nordeste do Brasil.

O Feiraguay vende de tudo: eletrônicos, roupas, peças para automóveis (inclusive importados), calçados, cosméticos, decoração, informática, joias, moda fitness, tabacarias e bebidas. Ao todo, são mais de 680 boxes.

Avenida Getúlio Vargas

Avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana — Foto: Reprodução

Avenida Getúlio Vargas, em Feira de Santana — Foto: Reprodução

A avenida é conhecida pelas lojas e canteiro arborizado. É um bom local para passar uma tarde, visitando estabelecimentos que normalmente só funcionam dentro de shopping centers.

“Pra mim, é uma das avenidas mais bonitas que eu já vi na Bahia”, destaca Iuri.

A Getúlio Vargas foi projetada em 1920, e antes era conhecida como “Grande Avenida” ou “Avenida Central”, justamente porque passa literalmente pelo meio da cidade. Também é onde fica o famoso letreiro “Eu amo Feira”.

Casarão Olhos d’Água

O Casarão Olhos d’Água fica no local onde funcionava a sede de uma antiga fazenda homônima, que é conhecida por ser o local onde Feira de Santana começou. O local foi adquirido no século XVI, pelo casal Domingos Barbosa Araújo e Ana Brandoa.

Mercado de Arte Popular

Estabelecimento foi inaugurado em 1914, inicialmente como Mercado Municipal, pelo coronel Bernardino da Silva Bahia. O imóvel segue uma arquitetura neoclássica e abrigou por décadas o comércio de secos e molhados e principal ponto da grande feira de gado que acontecia todos os sábados e segundas-feiras.

Posteriormente passou a ser conhecido como Mercado de Arte Popular, que atualmente conta com 97 boxes e 2 stands. No local é possível comprar artesanatos e trabalhos artísticos de diferentes regiões do estado.

Dentro do Mercado de Arte Popular há um local que não o turista não pode deixar de visitar: a ‘Banca de Seu Jurivaldo Alves’, cordelista antigo, que já escreveu versos contando a história de Feira de Santana. Outra dica é comer a maniçoba mais famosa da cidade, que também é vendida no mercado.

Informações: G1

OUTRAS NOTÍCIAS