Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Primeira pessoa em Feira de Santana é vacinada contra covid-19

Primeira pessoa em Feira de Santana é vacinada contra covid-19

Nesta manhã de terça-feira (19), no Hospital Clériston Andrade (HGCA) em Feira de Santana, Laíse Bastos de Souza, de 33 anos, enfermeira que trabalha na linha de frente da covid-19, foi a primeira pessoa na cidade a ser vacinada contra o vírus.

Ela trabalha há um ano no hospital e está durante estes dez meses de pandemia trabalhando na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) IV, prestando assistência aos pacientes vítimas da covid-19.

 “Me emocionei porque foram vários meses esperando esse momento e a sensação é de que nós estamos aqui preparados para continuar esta luta que ainda não acabou. A sensação é da possibilidade de liberdade e de retornar a vida normal. Para mim receber a vacina é um privilégio. É muito gratificante ver a preocupação do hospital com os funcionários”, comentou.

Segundo ela, os profissionais que estão na linha de frente, com as pessoas com covid-19, tem o máximo de cuidado com a paramentação e retirada dos equipamentos. Usam a máscara N95 e se preocupam com a higienização das mãos a todo momento.

“O que mais machuca é ver que muitos pacientes, principalmente os que vieram a óbito, não puderam encontrar os seus familiares. É um risco e por isso temos todo o cuidado”, declarou.

De acordo com a direção do hospital, a prioridade é vacinar inicialmente os profissionais que trabalham diretamente com pacientes com o vírus. “Estamos com 38 pacientes internados nas unidades de covid 19 no Clériston Andrade. Imunizar nossos funcionários será uma grande vitória, para continuarmos nesta guerra contra a Covid”, comemorou Dr. José Carlos de Carvalho Pitangueira, diretor-geral do HGCA.

O coordenador do Núcleo Regional de Saúde, Edy Gomes, participou do ato e como enfermeiro aplicou a primeira dose da vacina na enfermaria Laíse Gomes. Ele informou que 13.200 doses chegaram nesta manhã em Feira de Santana. Prioritariamente serão aplicadas nos profissionais que assistem diretamente às vítimas do coronavírus, idosos institucionalizados e indígenas, conforme preconizou o Ministério da Saúde.

“Emocionante visualizar o início do retorno a vida normal. É uma sensação de esperança que todos devem manifestar nesse momento”, disse.

Informação  – Assessoria de comunicação Hospital Clériston Andrade

OUTRAS NOTÍCIAS