Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Presidente do PT na Bahia menospreza pesquisa de 2022 e diz que Neto dá ‘apoio envergonhado’ a Bolsonaro

Presidente do PT na Bahia menospreza pesquisa de 2022 e diz que Neto dá ‘apoio envergonhado’ a Bolsonaro

O presidente do Partido dos Trabalhadores na Bahia, Éden Valadares, menosprezou os resultados da pesquisa sobre as eleições de 2022 divulgada nesta terça-feira (20), que mostra o presidente nacional do DEM, ACM Neto, à frente na disputa pelo Governo do Estado.

“[A pesquisa] Não me incomodou. Levantamentos feitos muito antes das eleições dificilmente acertam. A cabeça do povo não está voltada para isso, o povo está preocupado em se vacinar, em superar a pandemia e ter comida na mesa”, afirmou ele, em entrevista ao programa BNews Agora, da Piatã FM.

O dirigente partidário também disse que há dois grupos políticos na Bahia, “aqueles que celebram as pesquisas e aqueles que celebram resultados finais”.

“Se dependesse de pesquisa, Jaques Wagner não teria sido governador, nem Rui Costa. Inclusive, eu penso que o DEM não está muito satisfeito com o resultado, acredito que tenha sido muito menor do que esperavam, considerando que Paulo Souto marcava 41% e Rui 9% em 2014 e mesmo assim nós ganhamos”, opinou.

Éden também declarou que acredita que tanto Neto quanto o ministro da Cidadania, João Roma, que aparece em terceiro lugar, atrás também de Wagner, “dão sustentação ao presidente Jair Bolsonaro”, mas que o apoio do ex-prefeito de Salvador é “envergonhado”.

“O DEM é um dos principais partidos que votam na Câmara e no Senado a favor de projetos de Bolsonaro, tem emendas parlamentares, tem cargo no governo. Mas o crescimento da porcentagem de Roma quando relacionado ao nome do presidente se dá porque o apoio de ACM Neto é envergonhado. Ele dá uma de independente, de distante. Já
João Roma dá mais a cara a tapa, então o bolsonarista se identifica mais com aquele que tá apoiando por completo. Resta saber se Neto vai conseguir segurar a máscara até as eleições”, alfinetou.

Informações: Bnews

OUTRAS NOTÍCIAS