Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Prefeitura de São Gonçalo proíbe fogueiras, venda e queima de fogos durante o São João; não haverá “Lockdown”

Prefeitura de São Gonçalo proíbe fogueiras, venda e queima de fogos durante o São João; não haverá “Lockdown”

O prefeito Carlos Germano esteve reunido com o comando da 67ª Companhia Independente da Polícia Militar da Bahia (CIPM/FSA), Guarda Municipal e o grupo de trabalho para enfrentamento a Covid-19, nesta segunda-feira (22), para definir novas medidas restritivas durante o período considerado junino, a fim de conter o aumento de casos na cidade. A reunião realizada no Paço Municipal contou com a participação do Ministério Público do Estado (MPE) representado pela promotora Dr ª. Ítala Maria Braga por meio de chamada remota.

Conforme o prefeito ficará proibido acender fogueiras, vender e queimar fogos em espaços públicos. “No período mais frio as doenças respiratórias tendem a aumentar e as fogueiras e os fogos juninos podem causar diversos problemas respiratórios graves. A fumaça também atrapalha a recuperação de pacientes infectados pela Covid-19. Hoje será publicado o decreto 048/2020 no diário oficial do município divulgando as novas medidas”, declarou.

De acordo com o comandante da 67ª CIPM, Major PM Cavalcante Vieira, não é recomendado a adoção de toque recolher, neste momento, devido à necessidade de um regimento de lei e uma estrutura de apoio da Polícia Militar da Bahia para que essa ação seja efetivamente cumprida no município. Mas, será intensificada a presença da PMBA nas ruas durante o período da noite e na zona rural nos dias referentes aos festejos juninos.

OUTRAS NOTÍCIAS