Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Prefeitos do consórcio de Feira de Santana ainda não assinaram projeto, diz Vilas Boas

Prefeitos do consórcio de Feira de Santana ainda não assinaram projeto, diz Vilas Boas

IMAGEM_NOTICIA_5 (2)

Parte dos municípios que compõem o consórcio público do qual Feira de Santana faz parte não tem assinado o projeto de criação do projeto, o que poderia inviabilizar a instalação da policlínica regional do municipal. “É preciso apenas que os municípios venham assinar a criação do consórcio. É preciso que haja uma mobilização da população para cobrar dos prefeitos que entrem no consorcio da região de Feira de Santana para que a policlínica possa sair.Lamentavelmente, na região de Feira, a maioria dos prefeitos não se mostrou motivada, diferente do resto do estado, onde os consórcios já estão sendo implantados e são grande sucesso”, afirmou o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas.

A policlínica será construída com um investimento de R$ 20 milhões e terá diversas especialidades serviços de ressonância magnética, tomografia, cardiologia, endoscopia, colonoscopia e outros exames. O secretário chegou a se reunir em 2015 com prefeitos e secretários municipais de saúde, que manifestaram preocupação em assinar o consórcio, com receio de que a iniciativa implicasse na redução de verbas na área. O prefeito da cidade, José Ronaldo, já aceitou participar do consórcio.

OUTRAS NOTÍCIAS