Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Prefeito de São Gonçalo, Antônio Dessa reúne a imprensa para denunciar falta de segurança na cidade e arrombamentos nas escolas do município

Prefeito de São Gonçalo, Antônio Dessa reúne a imprensa para denunciar falta de segurança na cidade e arrombamentos nas escolas do município

Sem título

Na manhã desta segunda-feira (30), o prefeito da cidade de São Gonçalo dos Campos, Antônio Dessa (Furão), concedeu uma entrevista coletiva a membros da imprensa feirense e são-gonçalense para falar sobre a falta de segurança na cidade e principalmente sobre alguns arrombamentos que vêm ocorrendo nas escolas da rede municipal.

Sem título

O prefeito Furão informa que além do fato estar se repetindo nas mesmas unidades escolares, gasta-se outros recursos para recuperação das mesmas escolas. “Existe uma escola na Tapera, chama Noide Cerqueira que em três meses ela já foi arrombada e destruída quatro vezes. Os marginais não se preocupam somente em levar os objetos, mas também em destruir o que eles não conseguem levar”, pontua.

Ainda segundo Furão, em aproximadamente dez dias foram quatro escolas na mesma região, só que em uma delas com um agravante, que foi de tentarem incendiar a unidade. “Na realidade tocaram fogo, só que o fogo não prosperou e o que nos preocupa é que não sabemos a quem recorrer. Nos últimos anos foram mais de trinta arrombamentos de prédios públicos em São Gonçalo e principalmente em escolas”, destaca.

“A gente presta queixa, faz boletim de ocorrência e não vemos uma linha de investigação ser aberta. Prestamos a queixa porque temos que prestar contas ao Tribunal de Contas do Municípios, pelos recursos que vamos gastar novamente”, declara Antônio Dessa.

Sem título

Alessandra Barbosa Paixão, secretaria de educação do município informa que das escolas arrombadas existiram casos em que até a merenda escolar foi levada.”Além dos equipamentos eletrônicos, merenda, material de escritório o que chamou nossa atenção e que é muito preocupante foi que eles tentaram incendiar uma dessas escola, mas graças a Deus não conseguiram. O pior disso tudo é que os alunos ficam prejudicados, pois precisamos de um tempo para repor o que é levado e eles pagam por esses danos”, finaliza.

Sem título

Falta de segurança na cidade 

“Quando me refiro a falta de segurança na cidade de São Gonçalo eu pontuo que os pais do governador Rui Costa são desta cidade. E quando nós votamos em Rui, falo nós porque eu o apoiei por entender que um filho da cidade teria uma atenção especial por São Gonçalo e foi a lei do engano, pois mesmo sendo filho da cidade em nenhum momento o mesmo olhou por esta terra”, relata Furão.

Furão também informa que em um ano e meio de governo o índice de homicídio da cidade cresceu 420% e o governador Rui Costa não tomou sequer uma medida concreta para melhorar isso.

OUTRAS NOTÍCIAS