Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Prefeito Colbert Martins informa que seguirá decreto do governo estadual

Prefeito Colbert Martins informa que seguirá decreto do governo estadual

Na tarde desta quinta-feira (25), o prefeito Colbert Martins se reuniu com a diretoria da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e da Associação Comercial de Feira de Santana (Acefs) para dialogar a respeito das medidas que serão tomadas no município com relação ao decreto do governador Rui Costa, que estabeleceu restrição total de todas as atividades consideradas não essenciais, neste final de semana.

O decreto começa a valer na noite desta sexta-feira (26) e segue até às 05h da próxima segunda-feira (1º). Na sexta, o comércio de rua deve encerrar as atividades às 17h, os bares e restaurantes às 18h e shoppings às 19h. Segundo o governador Rui Costa, a diferença de horário é uma forma encontrada para escalonar o uso do transporte público no retorno dos trabalhadores para suas residências.

O prefeito de Feira de Santana informou que irá seguir o decreto estadual e que está dialogando com os representantes das classes empresariais sobre o assunto.

“Há um decreto do governador do estado da Bahia neste final de semana em razão da grande quantidade de pessoas que estão internadas nas unidades de saúde. Ontem no Hospital de Campanha de Feira estávamos com 29 pessoas na enfermaria e com 18 na UTI, não havia vagas para outras pessoas e estamos usando as nossas policlínicas, as nossas UPAs como unidades de suporte, mas com relação a decisão do próprio governador, o que eu estou explicando para os representantes das áreas industriais e comerciais de Feira de Santana é que nós vamos seguir o decreto proposto pelo governador Rui Costa”, declarou.

Colbert informou que irá analisar o que pode adaptar no decreto estadual de acordo com a realidade dos moradores de Feira de Santana. Ele aguarda o decreto sair, e acredita que serão poucas as alterações.

“Eu ainda não encontrei a publicação do ato ainda. Vou verificar ainda o que podemos fazer especificamente na nossa cidade. Posso fazer alguma medida como fiz na vez passada, mas por enquanto vou esperar para ter conhecimento claro do decreto e acredito que vamos segui-lo, claro, na sua inteireza. Vai funcionar apenas os serviços totalmente essenciais. A decisão do governador é inclusive proibir a venda de bebidas alcoólicas. Vai parar todas as atividades e ficam apenas as essenciais, farmácia, por exemplo. Na segunda-feira permanecem ainda as ações noturnas. O delivery vai funcionar e aqui em Feira vamos verificar a questão dos cultos religiosos. O shopping popular e as feiras livres também vamos ver ainda”, explicou.

OUTRAS NOTÍCIAS