Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Prefeito bolsonarista flagrado com R$ 500 mil se diz analfabeto e não assina depoimento

Prefeito bolsonarista flagrado com R$ 500 mil se diz analfabeto e não assina depoimento
Na eleição, porém, Gilmar João Alba declarou ao TSE que sabe ler e escrever; CPI suspeita que dinheiro vivo seria usado para financiar atos do 7 de Setembro.

Flagrado pela PF com R$ 505 mil em espécie no aeroporto de Congonhas, o prefeito de Cerro Grande do Sul (RS), Gilmar João Alba, o “Gringo”, não quis assinar o depoimento que deu aos policiais. Ele se disse analfabeto, informa Bela Megale em O Globo.

No ano passado, porém, quando se candidatou à prefeitura pelo PSL, Alba declarou ao TSE que lê e escreve.

O prefeito foi pego com o dinheiro vivo pelo equipamento de raio-X do aeroporto, em 26 de agosto. Integrantes da CPI da Covid suspeitam que o dinheiro seria usado para financiar atos bolsonaristas no 7 de Setembro.

Alba, por sua vez, alegou que o montante seria usado em “oportunidades de negócios”, sem explicar quais. “Eu ando com meu dinheiro pra onde eu quiser.”

De acordo com a Receita, toda pessoa que portar mais de R$ 10 mil em viagens nacionais precisa declarar os valores. Talvez “Gringo”, que carregava 50 vezes mais, alegue que não leu essa parte.

Informações; O Antagonista

OUTRAS NOTÍCIAS