Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Policiais federais fazem protesto durante convocação da Seleção

Policiais federais fazem protesto durante convocação da Seleção

hgghhg

Cerca de cem policiais federais realizaram, nesta quarta-feira (07), um protesto em frente ao Vivo Rio, no aterro do Flamengo, na zona sul, local em que foram anunciados pelo técnico Felipão os jogadores brasileiros convocados para a Copa do Mundo. O ato, que teve início na manhã desta quarta, prosseguia até por volta das 13h20.

Os manifestantes se concentraram, mais cedo, na praça Mauá. De lá, eles seguiram em caminhada para o Vivo Rio. O objetivo do ato é chamar atenção das autoridades para reivindicações da categoria, que pede a reestruturação da carreira, o reconhecimento das atribuições em lei e a recomposição salarial.

Usando camisetas pretas, os policiais levaram faixas e um elefante branco inflável em tamanho real. Eles ameaçam fazer greve total durante a Copa do Mundo, caso as reinvindicações não sejam atendidas.

De acordo com o SSDPF/RJ (Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal), 70% de escrivães, papiloscopistas e agentes estão paralisados nesta quarta-feira. O serviço prestado à população não teria sido afetado pela paralisação, segundo o sindicato.

O presidente em exercício do SSDPF/RJ, André Vaz de Mello, considera de grande importância mobilizações como essa.

— Queremos mostrar que nossa luta é justa e que precisamos de mudanças para, principalmente, melhorar a segurança pública. Por isso, insistimos com essas manifestações e, caso não haja uma proposta considerável do governo, iremos entrar em greve, a ser mantida durante a Copa.

OUTRAS NOTÍCIAS