Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Polícia prende suspeitos de ligação no triplo homicídio da Praia de Jaguaribe

Polícia prende suspeitos de ligação no triplo homicídio da Praia de Jaguaribe

Policiais do Serviço de Investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP prenderam, no bairro de Valéria, nesta quarta-feira (06), dois homens suspeitos de envolvimento no atentado, que deixou três pessoas mortas e duas feridas por disparos de arma de fogo, na praia de Jaguaribe, na terça-feira (05).

A dupla é apontada como responsável pelo transporte dos autores dos disparos. As motocicletas foram apreendidas e serão encaminhadas para perícia no Departamento de Polícia Técnica – DPT. Participaram da operação equipes do Grupo de Capturas do DHPP, da Delegacia de Homicídios Múltiplos – DHM e da 3ª Delegacia de Homicídios – DH/BTS. Imagens de câmera de vigilância auxiliaram na identificação dos suspeitos. “Seguimos com foco total para esclarecer esse crime que revoltou os baianos e prender todos os autores. A população pode ajudar com denúncias anônimas, através do telefone 3235-0000”, declarou o diretor do DHPP, delegado José Bezerra.

O ataque aconteceu na tarde desta terça-feira (05), por volta das 14 horas na Praia de Jaguaribe, localizada na Avenida Octávio Mangabeira, na capital baiana (Salvador). Quatro pessoas morreram e outras duas ficaram feridas, após quatro criminosos ainda desconhecidos invadirem a praia e praticar o crime. As vítimas foram identificadas como: Juliana Celina da Santana Silva Alcântara, 20 anos; Igor Oliveira Filho, 16 anos, Lucas Santos de Souza, 27, e André Luiz Cunha dos Santos, de idade não informada
Segundo informações de pessoas que se encontravam na praia, os criminosos invadiram a faixa de areia e começaram a deflagrar vários tiros aleatoriamente. Os banhistas se assustaram com os disparos e foi aquela correria. Uma adolescente identificada pelo prenome de Juliana foi morta com tiro no olho e dois rapazes ainda não identificados também foram mortos. Outras três pessoas foram baleadas e socorridas para o hospital.

Ainda de acordo com banhistas que estavam no local, contaram a reportagem do blog polícia e viola que foram mais de 50 disparos e provavelmente os assassinos estavam à procura de um homem. “Mas, chegaram metendo bala para todo lado, aqui no local, a garota e um jovem que morreram não eram alvo deles. A menina estava com sua mãe, quando foi baleada com um tiro no olho, não resistiu e morreu no local. O outro jovem saiu correndo com medo dos tiros e acabou sendo baleado e morto”, explicou o banhista.

OUTRAS NOTÍCIAS