Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Polícia já identificou veículo usado em tentativa de assalto contra tenente da PM

Polícia já identificou veículo usado em tentativa de assalto contra tenente da PM

149767-3

O veículo e a quantidade de bandidos envolvidos na tentativa de assalto contra o tenente da Polícia Militar Fábio Emanuel Oliveira dos Santos, lotado na 67° Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), e sua esposa, Ana Carla dos Santos Leite, 28 anos, já foram identificados. A informação é da Polícia Militar, que realizou uma coletiva de imprensa na manhã de hoje (3), juntamente com a Polícia Civil para falar sobre as investigações.

A tentativa de assalto ocorreu por volta das 19h de quinta-feira (2), na Rua Juarez Távora, atrás do shopping Boulevard, em Feira de Santana. O casal estava em um veículo Corolla, quando dois homens em um Corsa Classic se aproximaram anunciando um assalto. O casal foi baleado e socorrido para o hospital Emec, porém a esposa do tenente não resistiu.

De acordo com o coronel da Polícia Militar, Luziel Andrade, o local onde o crime aconteceu é uma área onde muitas ocorrências são registradas, e a polícia já vem realizando operações constantemente. Ele afirmou que a PM vai trabalhar para ajudar a Polícia Civil a identificar os homens que praticaram o crime o mais rápido possível e pediu apoio da população.

“As pessoas que tiverem qualquer informação podem fazer denúncias através do 181. A pessoa que fizer qualquer denúncia vai ter o nome preservado. O cálculo que temos é que se tratava de quatro elementos. Um tem uma característica que as pessoas podem observar e nos ajudar, que é o fato dele andar puxando a perna”, informou.

O coronel Luziel disse ainda que esteve no hospital e que conversou com o tenente Fábio Emanuel Oliveira dos Santos, que passou por uma cirurgia e passa bem.

“A versão dele é que desceu do carro com a esposa, foi anunciado o assalto e ocorreu toda a situação. Agora vamos aguardar as investigações para chegar a essa conclusão e vamos aguardar os laudos técnicos para saber sobre as armas usadas no crime”, afirmou.

O coordenador da Polícia Civil, delegado Roberto Leal, falou sobre alguns vídeos que estão circulando nas redes sociais, que mostram alguns homens correndo. Segundo ele, essas imagens são importantes para a identificação dos autores do crime. O delegado disse ainda que a polícia tem outras imagens de indivíduos com as mesmas características praticando roubos em Feira de Santana na mesma modalidade e que acredita se tratar do mesmo grupo.

A Polícia Civil já ouviu uma testemunha do crime e o delegado Roberto Leal informou que vai colher mais informações e que a polícia trabalha com a linha de investigação de assalto, mas que não descartará outras linhas, caso surjam novos elementos durante a investigação.

OUTRAS NOTÍCIAS