Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Pezão admite falha no planejamento da segurança no carnaval

Pezão admite falha no planejamento da segurança no carnaval

PEZAO

O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), admitiu que houve falha no planejamento de segurança durante o carnaval. “Não estávamos preparados. Houve uma falha nos dois primeiros dias, e depois a gente reforçou aquele policiamento. Mas eu acho que houve um erro nosso”, disse nesta quarta-feira (14).

“Não dimensionamos isso, mas eu acho que é sempre um aprimoramento, a gente tem sempre que aprimorar”, alegou o governador a respeito dos casos de violência no estado nos dias de carnaval.

Diversos episódios de violência foram registrados. Houve arrastões, assaltos nos blocos, saque a supermercado, entre outros crimes, da Zona Sul até a Zona Norte da capital. Também houve dois PMs baleados ao tentarem impedir um roubo no Leblon, e um policial morto numa suposta tentativa de assalto no Méier.

Pezão, contudo, afirmou que o governo também precisa olhar a segurança de todo o estado. “Agora, a gente está tentando ver a segurança pública de Cabo Frio a Paraty. São 6 milhões e meio de pessoas na rua e com territórios ainda conflagrados”, afirmou.

“A Polícia Militar tinha uma boa parte do efetivo na Rocinha, onde a gente vem permanentemente atuando, e também na Praça Seca, onde estava tendo uma guerra pelo tráfico entre a milícia e o tráfico. O policiamento nas vias expressas melhorou muito. Tanto na Linha Amarela quanto na Linha Vermelha”, disse Pezão.

O governador afirmou ainda que uma equipe de segurança está reunida, neste momento, para fechar os dados das operações e apreensões realizadas durante o carnaval.

OUTRAS NOTÍCIAS