Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Pedreiro de 41 anos sonha em se tornar engenheiro civil e faz Enem; 2º dia de provas aconteceu neste domingo

Pedreiro de 41 anos sonha em se tornar engenheiro civil e faz Enem; 2º dia de provas aconteceu neste domingo

O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aconteceu neste domingo (28). Os candidatos tiveram conhecimentos testados nas áreas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Para o pedreiro Fabiano de Jesus, a avaliação é uma oportunidade para a realização do sonho de se tornar engenheiro civil.

Casado e pai de um menino, aos 41 anos ele participa do exame pela primeira vez. Ele morador no distrito de Humildes, zona rural de Feira de Santana, cidade que fica a cerca de 100 quilômetros de Salvador.

Fabiano precisa viajar cerca de meia hora para chegar até o Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, que fica no centro da cidade, mas pretende sair de casa cedo, assim como no domingo passado, para entrar no local com tranquilidade e fazer a prova com calma.

“Já estou ficando ‘coroa’, então não posso vacilar. Fiquei em casa um bom tempo estudando para alcançar um objetivo maior e agora é a grande hora”, comentou.

Fabiano relata precisou deixar os estudos ainda na infância para trabalhar e ajudar na renda familiar. No entanto, há quatro anos ele decidiu “mudar de vida” para proporcionar melhorias à família. Então, voltou para as salas de aula e concluiu o Ensino Médio.

“Me preparei estudando muito nesses quatro anos, com o objetivo de fazer um curso de engenharia civil, que é a área que sempre trabalhei, é o que eu gosto. Tenho de agradecer muito a Deus, por ter voltado a estudar, porque esse é o caminho para a realização do meu objetivo”.

Nem mesmo a pandemia e as dificuldades de conciliar os estudos ao trabalho fizeram com que ele perdesse a vontade de aprender. Mesmo diante de todos os obstáculos, Fabiano está confiante de que o Enem é o início de uma grande trajetória como profissional de engenharia.

Orientações

Caderno de prova do enem, prova rosa — Foto: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo

Caderno de prova do enem, prova rosa — Foto: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo

O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aconteceu neste domingo (21), tanto para a versão impressa, quanto digital. Os portões abrem às 12h, fecham às 13h e as provas iniciam às 13h30. A partir das 15h30 é possível deixar o local sem o caderno de questões, no caso de quem optou pela versão impressa.

Conforme informação publicada no Diário Oficial da União (DOU), a prova digital foi aplicada em locais autorizados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O participante deverá comparecer ao local de prova determinado pelo instituto, para realizar o exame. Não será possível fazer a prova em computador particular.

Os candidatos fizeram neste domingo as provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. No domingo passado (21), foram aplicadas as avaliações de e Linguagens, Códigos e suas tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; e a redação.

Na Bahia, 239.101 pessoas se inscreveram para participar do exame este ano, segundo informações do Inep. Desse total, 237.050 pessoas optaram por realizar a prova de maneira impressa, enquanto 2.051 baianos escolheram a versão digital do exame.

Em Salvador, 50.884 pessoas farão o Enem, dos quais 49.164 se inscreveram na prova impressa e 1.720 na versão digital.

Informações: G1

OUTRAS NOTÍCIAS