Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Partidos discutem chapa conjunta em 2022 para filiação de Bolsonaro

Partidos discutem chapa conjunta em 2022 para filiação de Bolsonaro

As cúpulas do PP e PL discutem formar chapa para concorrerem à presidência em 2022. Ainda sem anunciar sua decisão, o presidente Jair Bolsonaro, que governa sem filiação, indicou na semana passada que deve juntar-se ao PL. O dirigente do partido, Valdemar Costa Neto, um dos presos do Mensalão, reiterou o convite ao atual chefe do executivo. As informações são de Folha de S. Paulo.

Em nome do presidente, o senador e filho de Jair, Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), declarou nas redes sociais que o pai ainda mantém conversas com o PP. No Palácio do Planalto, aliados ao presidente da República expressam que a filiação dele ao PP é a melhor composição para o pleito eleitoral do próximo ano. Os auxiliares temem neutralidade do eleitorado ou perda de votos para outras candidaturas, como a do ex-presidente Lula (PT).

Um dos fatores que pesam na decisão de Bolsonaro é o tempo reservado nas propagandas veiculadas nas televisões. Com a parceria firmada entre PP e PL, Bolsonaro conseguiria maior exposição no horário eleitoral. Os dirigentes de ambas as siglas dependem ainda da confirmação dele.

Em relação à vice-presidência, o PP considera Ciro Nogueira, senador licenciado e atual ministro da Casa Civil, para compor a chapa com Jair Bolsonaro. Nogueira também aparece como assento no Planalto ao lado da secretária do governo Flávia Arruda e o presidente da Câmara Augusto Aras (PP).

Informações: Olá Bahia

OUTRAS NOTÍCIAS