Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Paraquedista morre após falha durante pouso no interior de SP

Paraquedista morre após falha durante pouso no interior de SP

A paraquedista Bruna Ploner, de 33 anos, morreu no domingo (24), ao pousar no centro de paraquedismo de Boituva, no interior de São Paulo. A Equipe de Paraquedismo Desportivo do Exército confirmou a morte por meio de nota publicada nas redes sociais. 

“A equipe Os Cometas presta solidariedade aos amigos e familiares por esta irreparável perda e rogamos para que Deus possa confortá-los nesse momento de grande dor”, informou a nota oficial da instituição. 

Imagens gravadas mostram o momento em que a paraquedista cai na pista do centro de paraquedismo e rola até o outro lado com o equipamento. 

Bruna era atleta de alta performance do Exército brasileiro, paraquedista experiente, que colidiu fortermente com o solo por uma falha em uma manobra no momento do pouso. Ela foi atendida imediatamente pela equipe do CNP (Centro Nacional de Paraquedismo) e foi encaminhada para atendimento em um hospital.

Os atletas paraquedistas são regulamentados pela CBPQ (Confederação Nacional de Paraquedismo). De acordo com as normas da entidade, Bruna estava apta para a prática do paraquedismo em qualquer área de salto do país.

Além de saltar no exército, Bruna saltava em todas as escolas de Boituva. Nesse dia, porém, ela treinava utilizando um equipamento próprio.

OUTRAS NOTÍCIAS